Sem batedor oficial, pênalti se torna dor de cabeça para o Vasco

06/10/2019 às 08h02 - CLUBE
Foto: André Durão/GloboEsporteRossi se lamentando após perder o pênalti

Geralmente quando um juiz marca pênalti é comum ver as torcidas comemorando como se fosse gol, mas isso deixou de trazer muito entusiasmo para uma em especial no Campeonato Brasileiro: a do Vasco.

Contando com o desperdiçado por Rossi (assista acima), na derrota por 1 a 0, para o Santos, na tarde deste sábado, em São Januário, já são quatro na competição de um total de nove. Para completar o problema, o time acabou sendo derrotado em todos os jogos em que teve a chance e perdeu.

Depois que Máxi López deixou o clube, Yago Pikachu assumiu o posto de cobrador oficial do Vasco. O lateral nunca havia perdido uma cobrança até o clássico contra o Flamengo. Na derrota por 4 a 1, Bruno César também acabou errando o seu. Pikachu voltou a pecar diante do Cruzeiro (0 a 1) e não bateu mais.

No jogo seguinte, contra o Athlético-PR, Danilo Barcelos marcou e garantiu o empate em 1 a 1. O lateral, por sinal, tem bom aproveitamento na carreira. De 11, só perdeu um (acertou a trave ano passado pela Ponte Preta, contra o Sampaio Corrêa) . Como não participou da vitória sobre o Atlético-MG por estar emprestado pela equipe mineira, ele acabou vendo pela televisão o companheiro Rossi aproveitar uma penalidade para empatar o jogo. Por isso mesmo, Vanderlei Luxemburgo pediu para que o atacante voltasse a cobrar na tarde deste sábado.

- A responsabilidade do pênalti é minha. Rossi estava com a moral elevada e eu determinei. Poderia ser o Danilo, Pikachu e faz parte do futebol. Não vamos crucificar o Rossi - disse o treinador.

Os erros não são por falta de treino. Pelo contrário, os jogadores têm um ótimo aproveitamento nas atividades no CT do Almirante. Na última sexta-feira, por exemplo, Danilo Barcelos e Rossi marcaram todos e tinham totais condições de fazer durante o jogo. Para o treinador, isso passa a ser uma questão psicológica por toda a pressão que existe em cima da equipe na busca por resultados.

- A recuperação do Vasco passar por uma série de coisas. Um ambiente leve te deixa mais tranquilo emocionalmente. O Vasco vem sendo, desde quando começou a temporada, cobrado como se fosse uma equipe cairia para a Segunda Divisão. Isso gera uma instabilidade emocional muito grande. Os jogadores querem fazer de qualquer maneira. Atua (lado emocional) muito até na produtividade da equipe.

Confira, abaixo, os outros pênaltis perdidos pelo Vasco:

Pikachu (contra o Flamengo)

Bruno César (contra o Flamengo)

Pikachu (contra o Cruzeiro)

Fonte: GloboEsporte.com