Mercado

Setor ofensivo é prioridade no restante da janela de transferências

Vasco

A eliminação para o Flamengo, no Campeonato Carioca, e para o ABC, na Copa do Brasil, acendeu um alerta em São Januário. A partir de agora, o calendário do Vasco será preenchido exclusivamente pelos jogos do Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, a equipe montada por Mauricio Barbieri mostrou uma identidade nos primeiros meses da temporada, o que dá algum caminho para o restante do ano.

Jogadores como Léo, Puma Rodríguez e Lucas Piton se firmaram como titulares e pilares defensivos. Pedro Raul já virou uma referência na hora de fazer gols, mesmo que venha sendo marcado pelos vários pênaltis desperdiçados. Um elenco que vem sendo montado há pouco tempo precisa ganhar mais rodagem, confiança e entrosamento para evoluir no restante de 2023.

Até agora, foram 13 contratações feitas pela nova gestão da 777 Partners, empresa americana que comprou a SAF vascaína. A busca por mais reforços é comandada pelo dirigente Paulo Bracks, e o setor ofensivo vem sendo tratado como prioridade no restante da janela de transferências, assim como um volante e um meia de criação. Uma das ideias é colocar menos responsabilidade nos jovens da base.

Com o mercado sul-americano na mira, o colombiano Campuzano, do Boca Juniors, é um dos alvos. Em contrapartida, o veterano Nenê, com 41 anos, pode estar de saída. Com contrato apenas até o final de abril, ele vem sendo reserva e não há indícios da sua continuidade nos gramados. Uma avaliação interna será feita para definir seu futuro.

Fonte: Agência O Globo
  • Terça-feira, 27/02/2024 às 21h30
    Vasco Vasco 3
    Marcílio Dias Marcílio Dias 1
    Copa do Brasil Dr. Hercílio Luz
  • Domingo, 03/03/2024 às 18h10
    Vasco Vasco
    Portuguesa Portuguesa
    Campeonato Carioca São Januário