Talles Magno é destaque em matéria no site da FIFA

26/10/2019 às 08h58 - CLUBE
Foto: CBF/DivulgaçãoTalles Magno seleção

Muitos torcedores brasileiros já conhecem o rosto e também o corte de cabelo de Talles Magno. O atacante do Vasco da Gama talvez seja o jogador mais popular da Seleção que disputa a Copa do Mundo Sub-17 da FIFA Brasil 2019™ a partir deste sábado. A estreia acontece em Brasília (Gama) às 17:00 contra o Canadá, em jogo válido pelo Grupo A.

Talles é uma exceção no grupo dirigido pelo técnico Guilherme Dalla Déa, já que há alguns meses atua no time profissional do Vasco da Gama. Em pouco tempo, o jovem chamou atenção em nível nacional, em razão de boas atuações, de gols e, principalmente, pelo repertório de dribles.

Sua marca registrada é a jogada conhecida como "lambreta", levantando a bola por cima da cabeça, com os dois pés juntos. Talles promete manter a ousadia agora também nas partidas do Mundial.

"Com certeza (farei dribles ousados). Estou aqui por causa do meu ponto mais forte, do meu um contra um, meu jogo individual. Eu jogo para a equipe, mas o que eu tenho de melhor preciso trazer para a Seleção", afirmou ao FIFA.com.

Vamos com Deus 🇧🇷🙌🏿❤️🏆

Uma publicação compartilhada por talles_magno (@talles_magno) em

Romário e Ronaldo como inspirações

No Mundial do Brasil Talles vai carregar nas costas o número 11, camisa consagrada na Seleção por Romário, curiosamente outro atacante criado nas categorias de base do Vasco. Junto com Ronaldo, o herói brasileiro na Copa de 1994 é uma inspiração para o novato atacante de 17 anos.

"Eu gosto do Ronaldo Fenômeno e do Romário. Não só pela Seleção, mas pelo estilo de jogo. Jogavam de centroavante, jogavam de beirada de campo. São dois que eu me espelhava por conta do estilo de jogo", respondeu.

Jogos do Brasil na fase de grupos

26 de outubro - 17:00 - Canadá, em Brasília (Gama)

29 de outubro - 20:00 - Nova Zelândia, em Brasília (Gama)

1º de novembro - 20:00 - Angola, em Goiânia

Experiência entre adultos

O jovem Talles Magno completou 17 anos em junho passado e ainda vive seus anos como adolescente. Mesmo assim, ao longo do ano o atacante se tornou um dos jogadores mais importantes do Vasco, com dois gols marcados no Campeonato Brasileiro. O clube do Rio de Janeiro inclusive negocia um novo contrato com o atleta para aumentar a multa rescisória, valorizando seu talento e pensando numa futura negociação com o futebol estrangeiro.

Mas, mesmo com a bagagem precoce entre os profissionais, Talles não se vê como um líder natural do time brasileiro no Mundial, ao lado de colegas que ainda não tiveram esse tipo de vivência.

"Não posso trazer muita responsabilidade para cima de mim, ou uma liderança enorme, porque até mesmo o capitão da nossa equipe é o Henri. Respeito muito todos e tenho que respeitar ele também", comentou.

Contra o Canadá, no sábado, Talles Magno terá o apoio especial da mãe no Estádio Bezerrão. Para os jogos seguintes o pai, irmãos e a namorada do atacante devem sair do Rio de Janeiro para aumentar a torcida.

"É uma honra enorme jogar o torneio, pois não sei se vou jogar outros Mundiais. Vou trabalhar para isso. Vai ser um campeonato muito marcante na minha vida", concluiu.

 

Fonte: FIFA