Clube

Talles reencontra o Fortaleza, adversário que lhe rendeu drible e apelido

2

Germán Cano foi o herói da vitória sobre o Sport, marcou dois gols e de quebra encerrou um jejum pessoal que durava nove jogos sem balançar as redes. Com o retorno do goleador argentino ao seu modo habitual, fica o questionamento: qual será o próximo jogador que dará a volta por cima no Vasco? A resposta que o torcedor mais deseja atende pelo nome de Talles Magno, que está devendo uma atuação de gala em 2020.

Curiosamente a última vez que a joia da base mostrou de fato do que é capaz foi justamente contra o adversário desta quinta-feira. Aos 33 minutos do segundo tempo e com o Vasco ganhando o Fortaleza por 1 a 0, Talles Magno recebeu a bola colado à bandeira de escanteio e, com pouco espaço, aplicou uma lambreta em Gabriel Dias. O defensor tentou chutar a bola, mas acabou acertando o atacante. Com a falta, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Com um jogador a mais, o Vasco administrou o resultado e conquistou a vitória. Talles Magno, que se despedia do time para defender o Brasil no Mundial Sub-17, foi ovacionado pela torcida presente em São Januário. A partir daquele momento, o atacante passou a ser “Talles Mágico” e ganhou status de craque do time, deixando de ser apenas uma simples promessa. Tudo isso com apenas 17 anos.

Com a Seleção Talles conquistou o título e conheceu a dor de sua primeira lesão grave. O atacante sofreu um estiramento na coxa esquerda e ficou de fora dos últimos três jogos. Consequentemente, também não voltou a jogar pelo Vasco em 2019. Recuperado, a joia iniciou 2020 cercado por muita expectativa positiva. Com o time mal, o jogador não teve grandes atuações, mas o prestígio junto ao torcedor permaneceu intacto. Até que chegou o carnaval e mais uma lesão.

Na folga por conta da folia, Talles fraturou o quinto metatarso do pé esquerdo ao pisar em falso em uma pedra dentro de uma piscina natural em Paraty, cidade que fica no Sul do Estado do Rio. O atacante precisou passar por cirurgia e devido a paralisação do futebol por conta da pandemia, foi desfalque em apenas cinco partidas.

Com o retorno das atividades, o Vasco viveu alguns bons momentos, como ser líder do Brasileiro na 4ª rodada com um jogo a menos e avançar na Copa do Brasil após perder em casa. No entanto, sem o protagonismo de Talles Magno. Com a crise, Ramon foi demitido, o Cruz-Maltino despencou na tabela e as críticas ao atacante aumentaram.

Atualmente, Talles é visto com desconfiança por parte da torcida, que espera ver novamente a grande joia mostrar a sua mágica em campo. Para isso, o técnico Ricardo Sá Pinto vem modificando aos poucos o posicionamento do atacante, que passou a ter mais liberdade para se movimentar no setor ofensivo.

Até o momento, a mudança ainda não surtiu efeito, pois o jogador não marcou sequer um gol sob o comando do português. Quem sabe agora, contra o adversário que lhe deu a alcunha de mágico, Talles Magno consiga tirar novamente um coelho da cartola e quebrar o feitiço para se tornar novamente o craque do time.

Fonte: Esporte News Mundo
  • Quinta-feira, 26/11/2020 às 21h30
    VascoVasco 1
    Defensa y JusticiaDefensa y Justicia 1
    Copa Sul-Americana Estádio Norberto "Tito" Tomaghello
  • Segunda-feira, 30/11/2020 às 18h00
    VascoVasco
    CearáCeará
    Campeonato Brasileiro São Januário
  • Quinta-feira, 03/12/2020 às 21h30
    VascoVasco
    Defensa y JusticiaDefensa y Justicia
    Copa Sul-Americana São Januário
  • Domingo, 06/12/2020 às 16h00
    VascoVasco
    GrêmioGrêmio
    Campeonato Brasileiro Arena do Grêmio
  • Segunda-feira, 14/12/2020 às 20h00
    VascoVasco
    FluminenseFluminense
    Campeonato Brasileiro São Januário