Torcedores com ingresso em mãos foram impedidos de entrar no Castelão

04/12/2018 às 10h34 - FUTEBOL

Alguns torcedores do Ceará e do Vasco disseram que foram impedidos de entrar no Castelão, na tarde deste domingo (2), para assistir à última rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, mesmo com ingressos em mãos. Segundo relatos de torcedores dos dois times, eles encontraram os portões fechados sob a justificativa de que o estádio estaria lotado.

Segundo o tenente-coronel do Batalhão de Policiamento de Eventos, João Batista Farias, os portões foram fechados após tumultos causados por torcedores que chegaram atrasados para assistir ao jogo.

- Não tinha condições de entrar por causa do tumulto. Foi um tumulto grande, torcedores agitados. Nós precisamos fechar o portão, mas depois liberamos - afirmou.

A polícia acredita que cerca de 300 torcedores ficaram de fora durante o tumulto. Vicente Linhares Pontes, de 52 anos, e as filhas, de 20 e 25 anos, estavam entre eles. O torcedor do Vasco contou que só pôde entrar no estádio no segundo tempo.

- Tá uma lata de sardinha isso aqui - comentou.

De acordo com o tenente-coronel Farias, o acesso foi liberado logo após o fim do primeiro tempo. No entanto, alguns torcedores não quiseram esperar e acabaram voltando pra casa. Foi o caso de Tarcísio Lima, de 35 anos. Ele chegou ao estádio para ver o Ceará jogar por volta das 16h, mas encontrou portões fechados e uma confusão de torcedores com a cavalaria.

- Até os sócio-torcedores não entraram. A PM só dizia que o estádio estava lotado e ninguém mais podia entrar. Quando cheguei em casa e liguei a TV vi cadeiras vagas no setor inferior central -comentou.

Tarcísio diz que é acostumado a acompanhar os jogos do Ceará no estádio, e nunca tinha visto tanta “baderna”.

- Sofrimento para comprar (ingresso), madrugar numa fila, e receber um tratamento desse -lamentou.

O que diz o Ceará

Em nota oficial, o Ceará garantiu que a quantidade de ingressos disponibilizados obedeciam o limite de capacidade da Arena Castelão e destacou que o tumulto pré-jogo se deu por conta de uma tentativa de invasão dos portões. Confira a nota na íntegra:

O Ceará Sporting Club vem, por meio desta nota de esclarecimento, prestar informações a todos os torcedores que compareceram no dia de ontem, 02 de dezembro, na Arena Castelão, para acompanhar a partida entre o alvinegro cearense e a equipe do Clube de Regatas Vasco da Gama.

Visando a melhor acomodação dos torcedores no estádio, o Ceará Sporting Club disponibilizou uma carga de cinquenta e sete mil, duzentos e vinte e três ingressos para a última partida do clube na Série A – 2018, apesar da Arena comportar uma capacidade de mais de sessenta mil torcedores durante o jogo. Em virtude da grande procura, inclusive, as vendas foram totalmente encerradas com somente três dias de comercialização.

Ocorre, contudo, que momentos antes da partida ocorrer, houve tentativa de invasão dos portões da Arena Castelão por diversos torcedores, o que ocasionou um grande tumulto nas entradas do estádio, havendo a intervenção da Polícia Militar do Estado do Ceará, fechando temporariamente algumas entradas, conforme relato do tenente-coronel do Batalhão de Policiamento de Eventos, João Batista Farias, em reportagem do jornal Diário do Nordeste.

Vale lembrar que o fechamento foi realizado pela Polícia Militar e de forma temporária, tão somente visando a reorganização dos acessos, bem como visando impedir novas invasões ao estádio. Posteriormente, no decorrer do jogo, as entradas foram novamente liberadas, permitindo o ingresso do torcedor ao estádio. Vale ainda ressaltar que o borderô do jogo e relatórios da própria Arena Castelão informam que o número de torcedores que ingressaram no estádio respeitou, de forma integral, a capacidade autorizada, evitando que danos maiores ocorressem.

De toda forma, o Ceará Sporting Club vem apresentar, por meio de sua diretoria, as mais sinceras desculpas aos torcedores, que compareceram à Arena Castelão, pelos transtornos causados devido ao fechamento temporário de algumas entradas. Nos encontramos à disposição do torcedor para receber sua reclamação, bem como, caso deseje, alguma informação adicional sobre o ocorrido, seja através da Ouvidoria do Clube (cearasc.com/ouvidoria) ou por meio de contato telefônico através do (85) 3023-9040 / 85 3023-4544.

Fonte: GloboEsporte.com

Mercado

Não Confirmado

Você aprova a saída de Martín Silva?

Especulações Mercado