Vasco acerta contratação de novo coordenador científico

03/01/2019 às 13h35 - FUTEBOL

O Vasco acertou a contratação de um novo coordenador científico para o suporte à preparação física dos jogadores - da base ao profissional.

Daniel Gonçalves, 41 anos, que exerceu funções de fisiologista e preparador-físico do clube entre 2003 e 2014 está de volta a São Januário.

Ótima contratação.

Além de formado no Vasco, Daniel tem vivências em clubes europeus e sul-americanos.

Nos últimos quatro anos, trabalhou no Flamengo, participando da estruturação do departamento de fisiologia do novo Centro de Treinamento.

Neste retorno a São Januário, pelo que fui informado, Daniel assumirá uma área que estava entregue a Maurício Negri, tendo agora maior abrangência.

Um clube que tem a capacidade de investimento reduzida precisa trabalhar fortemente na capacitação física dos jovens que revela, e essa pode ser a novidade.

A linha do tempo do Vasco mostra que em suas conquistas mais revelevantes, os jogadores formados no clube tiveram partcipações relevantes.

E sempre em grande número.

No final do anos 80, a geração de Romário, Geovani, Mazinho, Lira, Régis, Ernâni, Santos, Marco Aurélio, França, Bismarck, Willian, Sorato, Cássio.

No início dos anos 90 chegaram Carlos Germano, Pimentel, Tinho, Alex, Leandro Ávila, Edmundo, Sidney, Yan, Gian, Jardel, Valdir, Hernane, Bruno Carvalho...

E no final do milênio, surgiiram Hélton, Fábio, Geder, Felipe, Pedrinho, Fabiano Eller, Luís Cláudio, Maricá, Filipi Alvim, Fabrício Carvalho...

Uns mais vitoriosos ou mais importantes que os outros, mas todos participantes das grandes conquistas do clube.

O departamento de futebol de base do Vasco me parece bem entregue ao execuitivo Carlos Brazil, que entende o trabalho de formação.

E o clube deu um passo à frente colocando na transição para o profissional o experiente Paulo César Gusmão, que viveu os dias de glória do Vasco.

Ou seja: o Vasco, como a maioria dos grandes clubes, precisa estancar o vício de contratar jogadores medíocres e apostar nos seus jovens.

O investimento na estrutura e no desenvolvimento do setor permitirá que o clube volte a seus melhores dias.

João Pedro, Rafael França, Ricardo Graça, Luan Gama, Allan Cardoso, Ulisses, Miranda, Bruno Ritter, Andrey, Evander, Dudu Feitosa, Moresche, Cosendey, Marrony, Lucas Santos, Riquelme, Natan, Vinícius... veja quantos jovens valores o clube tem para trabalhar no seu time profissional.

Basta que para tanto exista um executivo de futebol e um técnico que entendam a história do Vasco e respeitem seu papel de protagonista no futebol brasileiro.

Foto: São JanuárioSão Januário
São Januário

Fonte: Blog Futebol, Coisa & Tal - Extra Online

Mercado

Confirmado

Você aprova a saída de Jomar?

Especulações Mercado