Vasco aciona departamento jurídico para evitar 'vaquinhas fakes' do CT

24/08/2019 às 08h15 - CLUBE
Foto: Bruno Braz/ UOLMaquete de centro de treinamento do Vasco
Maquete de centro de treinamento do Vasco

 

Junto com o sucesso da "vaquinha online" criada pelo Vasco para bancar parte de seu centro de treinamento vieram os estelionatários. Na internet já há "vaquinhas fakes" que estão "surfando a onda" da campanha e tentando se beneficiar ilegalmente da boa vontade dos torcedores. A situação fez com que o clube acionasse o departamento jurídico para combater o golpe. 

O Vasco reforça que o único link oficial do projeto é o www.kickante.com.br/vasco . 

Em uma das "vaquinhas fakes" criada, cujo autor chama-se Rodrigo, a meta estipulada é de R$ 30 mil e já há uma arrecadação de R$ 50. 

Em 24 horas que a campanha oficial foi ao ar, quase meio milhão de reais já foram arrecadados. A meta estipulada pela diretoria para conseguir deixar o CT a serviço do elenco profissional - com dois campos e uma estrutura provisória - no primeiro semestre de 2020 é de R$ 6 milhões. 

O projeto completo, no entanto, prevê seis campos de medidas oficiais, um mini estádio com capacidade de 2 mil pessoas para jogos da base e um prédio para atender o departamento de futebol profissional com toda a infraestrutura necessária. 

A construção da primeira etapa do CT está divida em quatro etapas. Conheça: 

1ª - terraplanagens e serviços técnicos: R$ 2 milhões 
2ª - campo 1 e muros: R$ 1,5 milhão 
3ª - campo 2 e adjacências: R$ 1,5 milhão 
4ª - edificações do futebol profissional: R$ 1 milhão 

As honrarias aos contribuintes 

R$ 15: certificado digital e agradecimento no site 
R$ 50: as duas de cima e mais desconto de dois meses no plano Caldeirão semestral ou equivalente 
R$ 200: as três de cima e mais o nome no mapa do CT 
R$ 500: as quatro de cima e mais uma moeda especial 
R$ 1 mil: as cinco de cima e mais um tijolo com nome no espaço externo 
R$ 5 mil: as mesmas dadas aos doadores de R$ 500 e mais um nome no hall principal do espaço interno 
R$ 50 mil: nome no painel de azulejo e título de benfeitor remido do clube 
R$ 500 mil: uma sala do centro de treinamento terá o nome do doador; título de benfeitor remido do clube 
R$ 5 milhões: jogo dedicado para homenagear o doador; título de benfeitor remido do clube 

Fonte: UOL Esportes