Vasco consegue licença ambiental para o aterro do terreno do CT; entenda

07/10/2019 às 19h53 - CLUBE

O Vasco deu mais um passo rumo ao sonho do novo centro de treinamento. Nesta segunda-feira, o clube conseguiu a licença ambiental para o aterro do terreno situado na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A próxima etapa é o licenciamento para a construção do CT.

Tudo faz parte do processo realizado para licenciar a instalação, amplificação, modificação e operação dos empreendimentos que utilizam recursos naturais.

O Vasco iniciou as obras no fim de setembro, logo após finalizar com sucesso a primeira fase de arrecadação - o valor de R$ 2 milhões previsto foi atingido. A expectativa é concluir a etapa inicial da obra no primeiro semestre de 2020. O objetivo é que o elenco profissional comece a treinar no novo CT para o Brasileiro.

Durante coletiva de apresentação de Guarín, na primeira semana de outubro, o presidente Alexandre Campello destacou o avanço das obras e agradeceu o apoio dos torcedores.

- (Situação do CT) está avançando muito bem. As obras já começaram. Terminamos o estudo topográfico e estamos terminando o estudo de sondagem do terreno. Essa semana, talvez até amanhã, a gente consiga a liberação da licença. A partir disso se inicia o aterramento. O torcedor vascaíno, mesmo sem ter visto nada para a obra, já contribuiu com mais de R$ 2,5 milhões. A partir do momento em que as imagens da obra forem mostradas, essa participação será ainda maior - afirmou Campello.

Confira as 4 etapas iniciais de construção do CT:

Terraplanagens e serviços técnicos: R$ 2 milhões

Campo 1 e muros: R$ 1,5 milhão

Campo 2 e adjacências: R$ 1,5 milhão

Edificações do futebol profissional: R$ 1 milhão

Fonte: Globoesporte.com