Vasco iguala marca de gols após dois anos

06/02/2018 às 08h12 - FUTEBOL

Em meio às saídas de medalhões, os jovens do Vasco têm dado a resposta e ajudado a equipe neste início de temporada. Nos últimos dois jogos, o time, que tinha problemas com o ataque, fez sete gols, igualando um feito que já durava dois anos. O total em 2018 já é de 12 gols em seis partidas, o que dá uma média de dois por jogo.

E quem tem brilhado até aqui é o meia Evander, de 19 anos, que fez três. Um contra o Nova Iguaçu, pelo Campeonato Carioca, e dois diante da Universidad de Concepción (CHI), pela Copa Libertadores. Andrey, também no duelo com o time da Baixada Fluminense (RJ), e Bruno Cosendey, na vitória sobre o Volta Redonda, foram outros jovens revelados na base que já balançaram as redes.

"O Evander é um amigo, tem brilhado a estrela dele. A disputa é sadia. Quem ganha é o Vasco. Cosendey entrou e fez gol. Os reservas têm ajudado também", elogiou o meia Thiago Galhardo, contratado este ano e que se destacou nos últimos dois jogos, fazendo um gol e dando uma assistência.

Mesmo ciente de que a diretoria busca um meia para suprir a saída de Nenê para o São Paulo, Thiago Galhardo diz que o Vasco está bem servido com o que tem a disposição.

"Eu gosto dessa camisa 10. O Evander também pode ser. Por que não ele? Por que não eu? O Nenê deixou uma marca muito positiva. Não tem como comparar. Não precisa buscar um 10, mas se vier, vai nos ajudar também", disse.

Na equipe considerada titular ainda há o atacante Paulinho, de apenas 17 anos, e visto como a principal promessa do clube. Ano passado, o jogador já obteve a marca de ter sido o mais jovem a atuar e marcar gols pelo Vasco no Século 21. E também o primeiro atleta nascido nos anos 2000 a balançar as redes no Campeonato Brasileiro. Agora, tem a chance de ser o mais novo do clube a fazer um gol na Libertadores, feito este que, até o momento, pertence a Evander.

"É uma briga sadia. Tenho brincado bastante com o Evander nos últimos dias, dizendo que vou aproveitar que sou mais novo para quebrar esse recorde dele. Coloquei isso como meta e tenho me dedicado ainda mais nos treinamentos para alcançá-la já nesta quarta-feira (pelo jogo de volta da segunda fase contra o Concepción). Se o gol puder sair com um passe do Evander, melhor ainda, vamos comemorar juntos, como foi lá no Chile. Caso não saia, não tem problema, vai sair no próximo jogo. O importante é vencer e sair de campo com a classificação", disse ao site oficial do Vasco.

Fonte: UOL Esporte

Enquete

Quem você gostaria que fosse o novo técnico do Vasco?

Deixe seu comentario