Clube

Vasco pode trocar Eletrobrás por Banco Bonsucesso; Nelson Rocha nega

Um dos maiores feitos da administração Roberto Dinamite, a parceria entre Vasco e Eletrobras balança. Asfixiado financeiramente, o clube ainda luta para conseguir as certidões negativas de débito (CNDs) e receber a segunda parcela da estatal, no valor de R$ 7 milhões. Apesar disso, há dois meses o clube está atrás de um plano B e barganha com o Banco Bonsucesso a condição de patrocínio master, hoje ocupada pela empresa do Governo Federal.

Quem confirma a negociação é a própria empresa, representada pelo diretor-executivo Fábio Drumond. Segundo ele, o Vasco já fez uma proposta, de valor resguardado por uma cláusula de confidencialidade. Entretanto, cogita-se que o número seja semelhante ao pago atualmente pela Eletrobras – cerca de R$ 14 milhões por ano –, o que estaria dificultando o acerto.

– Estamos conversando com três clubes e o Vasco é realmente o mais atraente. Ainda não fizemos uma contraproposta. Nossa diretoria está estudando quanto poderemos disponibilizar para que possamos firmar um acordo, o que nos interessa – disse o executivo.

Em São Januário, o assunto é segredo guardado a sete chaves. A expectativa é de que esta semana o clube tenha uma posição definitiva a respeito das certidões negativas de débito, mas as esperanças, depois de quase quatro meses de fracasso, não são muito grandes. O vice-presidente de finanças, Nelson Rocha, admite o problema, mas garante que o Vasco não deixará a parceria com a estatal.

– A Eletrobras está conosco e nós não iremos abrir mão disso. Estamos trabalhando para resolver a questão das certidões e os contatos que fazemos com outras empresas é normal para quem está à procura de outros parceiros – justificou.

Nos corredores da Colina, o otimismo não é tão grande quanto o de Rocha. Há quem defenda o fim da parceria com a Eletrobras para que o Vasco receba normalmente.

– O clube não tem dinheiro. Ou paga os funcionários, ou paga os jogadores, ou paga as dívidas. É complicado. Essa dívida é o peso da herança deixada pelo Eurico Miranda, que hoje faz pose de bom – desabafou uma pessoa ligada à diretoria, que preferiu não se identificar.

A diretoria do Vasco tem semana decisiva para saber se terá as CNDs, o que tenta desde janeiro

\"Queremos o Vasco, mas o valor está alto\"

Fábio Drumond, Diretor do Banco Bonsucesso

O Vasco nos procurou há dois meses, aproximadamente, e estamos conversando.

Desde o começo do ano, com os novos patrocínios de Flamengo e Corinthians, os valores cresceram e saíram um pouco do que podemos pagar. Depois da experiência com o Cruzeiro, queremos continuar no futebol, mas temos de nos reorganizar. Queremos o Vasco, mas por conta dessa inflação, os valores estão um pouco altos.

Preocupação é manter bom relacionamento com estatal

Uma das maiores preocupações do Vasco no trato da parceria com a Eletrobras é a possibilidade de ser criado um mau estar com a diretoria da estatal caso o clube se veja obrigado a abrir mão do patrocínio. Isso porqueumasérie de forças forammovidas para que o acerto se concretizasse, o que inclui a participação do prefeito Eduardo Paes, do governador Sérgio Cabral e do presidente Lula, todos torcedores vascaínos.

– O Vasco éumclube que cumpre os seus contratos. Temos compromisso com a Eletrobras até 2011 e ele será levado até o fim – afirmou Nelson Rocha, vice de finanças.

No contrato assinado entre as partes, não há qualquer cláusula que faça referência a uma desistência unilateral vascaína. Fontes de dentro da estatal acreditam que um acordo amigável seria possível para que ninguém saia prejudicado caso o clube de São Januário faça opção por este caminho.

Até porque, o fato de o Vasco não estar conseguindo obter as certidões negativas de débito não vem trazendo dano algum para a Eletrobras. Pelo contrário. O Gigante da Colina segue a cumprir sua parte no contrato com exibição da marca da estatal no uniforme e nas dependências de São Januário sem receber dinheiro algum por isso. Por outro lado, sem as CNDs, o clube não pode ser pago como gostaria.

(Matéria reproduzida diretamente da versão papel do Jornal Lance)

Fonte: Jornal Lance
  • Sábado, 16/10/2021 às 16h30
    Vasco Vasco 2
    Coritiba Coritiba 1
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • Domingo, 24/10/2021 às 16h00
    Vasco Vasco
    Náutico Náutico
    Campeonato Brasileiro - Série B Estádio dos Aflitos
  • Sexta-feira, 29/10/2021 às 21h30
    Vasco Vasco
    CSA CSA
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • Quinta-feira, 04/11/2021 às 19h00
    Vasco Vasco
    Guarani Guarani
    Campeonato Brasileiro - Série B Brinco de Ouro
  • Domingo, 07/11/2021 às 16h00
    Vasco Vasco
    Botafogo Botafogo
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • A definir
    Vasco Vasco
    Vitória Vitória
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Vila Nova Vila Nova
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir