Vasco precisa vencer Voltaço para garantir vaga na Copa do Brasil

03/05/2006 às 16h25 - FUTEBOL

O Vasco receberá o Volta Redonda nesta quinta-feira, às 20h30min, em São Januário, pela partida decisiva das quartas-de-final da Copa do Brasil. No primeiro jogo, em Volta Redonda, os times não saíram do 0 a 0. Com isso, quem vencer se classificará, novo 0 a 0 mandará a decisão para os pênaltis, e qualquer outro empate classificará o Voltaço.

A necessidade de conseguir a vitória esbarra no jejum de gols do ataque vascaíno. Há seis partidas nenhum atacante do Vasco balança as redes adversárias. Desde a goleada sobre o Iraty por 5 a 1, no dia 8 de abril, quando Edílson fez um e Valdiram três gols, o ataque vascaíno está em branco.

- Não é em todo jogo que vou marcar. Já fiz dez gols em 15 jogos, estou bem e só concentrado em ajudar o time - disse Valdiram.

Neste período, Ramon, Morais e Abedi marcaram dois gols cada um. O time conseguiu três empates e três vitórias, aumentando para nove jogos a série invicta do Vasco. O técnico Renato Gaúcho minimiza o mau momento dos seus atacantes.

- Tanto o Valdiram quanto o Edílson estão sendo importantes, mesmo nessa fase sem gols. A melhora da defesa passa pelo empenho deles em marcar - disse o técnico.

Edílson, que só marcou um gol com a camisa vascaína, justamente no último jogo em que o ataque funcionou, acredita que a partida contra o Voltaço seria a ideal para desencantar.

- Isso (o jejum) vai acabar. Na minha carreira, sempre me destaquei fazendo gols em jogos decisivos. Agora, a Copa do Brasil está afunilando, só tem decisão. Chegou a minha hora de virar ídolo da torcida do Vasco. Vim aqui para isso - afirmou o Capetinha.

Renato Gaúcho ainda não anunciou oficialmente quem será o substituto do meia Ramon, que está suspenso. Porém, é praticamente certo que Abedi seja o titular, já que vem jogando bem quando tem oportunidade.

- O Abedi não é reserva nem titular, ele faz parte do grupo. Ele é um curinga, de minha confiança. Sempre que jogou, deu conta do recado - disse Renato, praticamente confirmando Abedi no time.

A dúvida fica por conta do volante: Roberto Lopes e Andrade disputam quem jogará ao lado de Ygor.

No Volta Redonda, o técnico Dário Lourenço faz mistério. A certeza é que o meio-de-campo sofreu um sério desfalque: o apoiador Sérgio Manoel acertou sua volta ao Botafogo e não vestirá mais a camisa do time.

Outro desfalque certo será o lateral-esquerdo Hamilton, que recebeu o terceiro cartão amarelo na partida de ida. Para o lugar dele, Dário optou por Rodrigo Ítalo.

Contusões também atrapalham a vida de Dário Lourenço, que não sabe ainda se poderá contar com o lateral-direito Marcinho, os atacantes Orlando, que voltou a sentir dores no tornozelo, e André Norat.

- Dependo desses atletas que estão em tratamento para escalar minha equipe. Avaliei pelo menos três esquemas diferentes e só definirei a tática e a formação do time momentos antes do início do jogo - avisou Dário.

O experiente atacante Túlio Maravilha disse que espera que o time supere a pressão vascaína, que contará com o apoio dos torcedores em São Januário.

- O pensamento é não sofrer gol no começo. Este é o primeiro objetivo. A responsabilidade de buscar o resultado é do Vasco. Vamos tentar aproveitar isso e jogar a torcida contra eles - disse Túlio.

FICHA TÉCNICA

VASCO X VOLTA REDONDA

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data - Hora: 04/5/06 - 20h30min

Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Auxiliares: Ednilson Corona e Evandro Silveira (SP)

VOLTA REDONDA: Adriano; Marcinho, André, Ailson, Rodrigo Ítalo; Élson, Cadu, Amaral e Adriano Felício; André Norat (Ratinho) e Túlio.
Técnico: Dário Lourenço

VASCO: Cássio, Wágner Diniz, Fabio Braz, Jorge Luiz e Diego; Ygor, Roberto Lopes (Andrade), Abedi e Morais; Edílson e Valdiram.
Técnico: Renato Gaúcho.

Fonte: Lancepress