Futebol

Venda de Talles Magno foi importante para estabilização de dívidas

Vasco celebra estabilização da dívida em R$ 831 milhões e corte de gastos de 51% com pessoal; venda de Talles Magno foi fundamental para o resultado positivo

Por Fabio Ramos

No mesmo dia em que entrou em campo para duelar contra o Brasil de Pelotas, em partida válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o torcedor vascaíno encontrou motivos para comemorar – antes mesmo de a bola rolar. Afinal, no documento de 61 páginas distribuído à imprensa e aos sócios, o Vasco divulgou o balanço patrimonial referente ao primeiro semestre de 2021 e trouxe novidades relevantes: como superávit até o presente momento na temporada, dinheiro com capital de giro, redução de gastos com pessoal e estabilização da dívida.

Se dentro de campo as coisas parecem começar a se acertar, com a distância para o G4 diminuindo a cada rodada, fora das quatro linhas o rumo parece ainda mais certo – uma saúde financeira cada vez mais confiável. Como relatado pelo portal Globo Esporte, o fator mais relevante do documento foi o superávit registrado de R$ 18 milhões. A venda de Talles Magno ao Grupo City em maio, que rendeu R$ 42 milhões, foi fundamental para o resultado positivo – entraram R$ 32 milhões líquidos nos cofres do clube. As boas notícias, como se sabe, não pararam por aí.

O Gigante celebrou também a redução de gastos com pessoal na importância de 51%, de R$10,7 milhões por mês para R$ 5,3 milhões. E comemorou o fato de ter estabilizado a dívida em R$ 831 milhões – quando Jorge Salgado assumiu o clube, o débito estava na casa dos R$ 832 milhões. “Essa estabilização da dívida ganha importância quando se observa que a mesma aumentou R$ 187 milhões apenas no exercício de 2020 e continuou apresentando elevação do seu saldo no 1º trimestre de 2021, quando atingiu o montante de R$ 849 milhões, uma vez que as ações de redução de custos somente puderam ser efetivamente implantadas a partir de abril, já que a atual Administração somente assumiu ao fim do mês de janeiro e teve foco total em ações que visavam impedir o rebaixamento do Clube à Série B do Campeonato Brasileiro, não causar rupturas na estrutura vigente que, de certa forma, pudessem prejudicar o elenco”, disse o comunicado à imprensa.

Por falar no mandatário Cruzmaltino, também foi divulgado uma dívida do clube com o presidente Jorge Salgado por conta de empréstimos: R$ 8 milhões. Além disso, o Vasco informou ter captado R$ 28 milhões de capital de giro com taxas bem inferiores às praticadas no mercado. O clube ainda anunciou que, a partir do resultado obtido nos seis primeiros meses de 2021, a tendência é que a dívida passe a cair já no próximo semestre. “O Clube está renegociando termos da totalidade de sua dívida tributária junto à Procuradoria Geral da Fazenda Nacional – PGFN, visando adequar montante, prazo e curva de amortização desse endividamento à real capacidade de sua geração de caixa, e pretende se comprometer a honrar seus compromissos daqui em diante, como os impostos correntes, como um compromisso com a sociedade”.

Fonte: Papo na Colina
Loading...
  • Sexta-feira, 24/09/2021 às 21h30
    Vasco Vasco 1
    Brusque Brusque 0
    Campeonato Brasileiro - Série B Augusto Bauer
  • Segunda-feira, 27/09/2021 às 20h00
    Vasco Vasco
    Goiás Goiás
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • Domingo, 03/10/2021 às 18h15
    Vasco Vasco
    Confiança Confiança
    Campeonato Brasileiro - Série B Arena Batistão
  • Sábado, 09/10/2021 às 16h30
    Vasco Vasco
    Sampaio Corrêa Sampaio Corrêa
    Campeonato Brasileiro - Série B Castelão-MA
  • A definir
    Vasco Vasco
    Coritiba Coritiba
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Náutico Náutico
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    CSA CSA
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir