Clube

Victor Luís e Keiller prometem brigar por espaço no Vasco

A terça-feira foi dia de apresentação de reforços no Vasco. Dois deles, o lateral-esquerdo Victor Luís e o goleiro Keiller, chegam para dar opção a posições no momento muito bem ocupadas por Lucas Piton e Léo Jardim. Mas eles prometem brigar por espaço na equipe.

- Sinceramente acho que o que forma um grupo forte é a concorrência diária entre os jogadores. Costumo falar que quem tem um não tem nenhum. Eu vim aqui para tentar ajudar o grupo da melhor maneira. O Piton é um excelente jogador, vem mostrando isso. E eu vou tentar conquistar meu espaço no grupo a cada dia com muita vontade, com liderança, ajudando meus companheiros. Creio que todos nós vamos poder nos ajudar. Vou lutar pelo meu espaço também - disse Victor, que estava no Coritiba.

- O protagonismo que o Léo assumiu na equipe é fruto de um trabalho dele, muito claro isso vendo de fora também. Eu venho para ajudar no dia a dia, somar na qualidade do elenco. Tenho minhas virtudes, acho que posso somar tanto dentro quanto fora de campo. Venho buscar meu espaço e viver uma nova cultura também, eu precisava viver um novo ciclo, encerrar o ciclo de 15 anos que tive no meu antigo clube. Venho com a maior motivação e disposto a ajudar a equipe nesse campeonato - disse Keiller.

Leia mais sobre a coletiva de Victor Luís:

Influência de Alexandre Mattos

- Estou extremamente feliz de vestir essa camisa, feliz por poder viver esse ambiente novamente. Não só ouvi dele como pude conviver com os projetos dele. Hoje o Palmeiras é o que é porque ele reformulou tudo lá dentro. Vivi as duas épocas lá dentro, sei o que foi o projeto dele. Hoje o Palmeiras tem que dar muito valor a isso. Creio que aqui vai ser da mesma maneira, o grupo é muito trabalhador, tem muita qualidade. Vim de olhos fechados e coração muito aberto com a vontade de vencer novamente.

Qualidade do elenco

- Para formar um grupo vencedor, precisa ter pessoas com mentalidade vencedora. Muitas vezes você vê grupos com muitos nomes que não chegam longe porque não tem essa mentalidade, pessoas com foco de vencer. Eu vejo isso aqui dentro, muito. Nesse pouco período, vi jogadores incomodados com uma jogada que não aconteceu e não acomodado. O grupo tem uma mentalidade muito vencedora e tem pessoas de nome que estão com vontade de vencer. Eu venho com essa fome, já fui campeão de alguns campeonatos importantes e sei o quão gostoso que é. Quero poder reviver isso e poder conquistar isso com a camisa do Vasco.

Experiência no Coritiba

- Eu sou grato demais ao clube que me abriu as portas lá. Todo projeto de empresa é projeto a longo prazo, creio que o Coritiba vai colher os frutos a longo prazo. A saída lá foi supertranquila, fiz bons amigos, acho que saí do clube de portas abertas. Tenho gratidão imensa por todos os clubes que passei. Fisicamente estou apto, já estou regularizado. Como digo, quero manter o sarrafo alto, brigar por coisas grandes e vivenciar ambientes vencedores. Vou dar meu máximo para isso. Ninguém é perfeito, mas a cada diz a gente trabalha em busca dessa perfeição.

Leia mais sobre a coletiva de Keiller

Interesse antigo do Vasco

- Teve uma negociação no início de 2022. O Vasco sempre teve o sinal verde do meu lado, acabou não dando certo entre os clubes. O Inter não achou vantagem naquele momento e eu fiquei lá. Tive a oportunidade agora de novo e fiz todo o possível para estar aqui. Venho muito motivado. Não deixei essa segunda oportunidade passar, porque sei o tamanho da camisa do Vasco, sei a torcida de massa que tem e sei que tem que brigar por grandes coisas, estou aqui por isso.

Postura nos treinos

- O comprometimento não é so na hora do jogo, tem que ser mostrado no dia a dia também, nos treinamentos. Minha postura como profissional sempre foi uma questão que eu me dediquei, posso agregar fora de campo também. Uma liderança, eu gosto de me comunicar com todas as pessoas do clube, gosto de assumir esse tipo de liderança extracampo.

Ciclo no Inter

- O clube lá (Inter) não vive um momento muito fácil em questões externa e interna. A torcida um pouco aflita com o rendimento da equipe. A expectativa era alta em 2023 e realmente não iniciamos bem, oscilamos no Campeonato Gaúcho. No decorrer do ano, o professor fez mudanças e acabei saindo do time. Sempre continuei buscando meu espaço, vi que também o Inter fez movimentos no mercado por jogadores para compor o elenco e, também por isso, decidi que teria que encerrar meu ciclo e buscar novos ares.

Fonte: ge
  • Domingo, 03/03/2024 às 18h10
    Vasco Vasco 4
    Portuguesa Portuguesa 0
    Campeonato Carioca São Januário
  • Quinta-feira, 07/03/2024 às 20h00
    Vasco Vasco
    Agua Santa Agua Santa
    Copa do Brasil São Januário
  • A definir
    Vasco Vasco
    Grêmio Grêmio
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Criciúma Criciúma
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Red Bull Bragantino Red Bull Bragantino
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Fluminense Fluminense
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Athletico Paranaense Athletico Paranaense
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir