Wilson Tadei relembra goleada do Vasco sobre o Avaí: "Estávamos em casa"

10/04/2019 às 13h19 - CLUBE

Adversários desta quarta-feira, pela terceira fase da Copa do Brasil, Avaí e Vasco têm um histórico de confrontos marcantes. O mais significativo aconteceu justamente na inauguração da Ressacada, no dia 15 de novembro de 1983, quando o time carioca aplicou uma goleada por 6 a 1 e colocou seu nome de vez na história do estádio.

Como os times de Rio de Janeiro eram muito populares em Santa Catarina, o Vasco acabou sendo convidado para a festa. Machucado, o grande ídolo Roberto Dinamite não participou do jogo, dando chances para Marcelo, que o substituiu e acabou fazendo três gols.

Porém, quem ficou marcado mesmo foi o meia Vilson Tadei, que marcou os dois primeiros do estádio. Hoje no comando do Gama-DF, ele lembra com carinho daquele dia histórico na sua vida.

- A chegada foi bastante difícil, porque estava chovendo e ainda era uma via só. Os torcedores de Santa Catarina têm um carinho muito especial pelos clubes cariocas, e o Vasco muito mais. Então nós estávamos em casa. Acabamos ganhando de 6 a 1, e eu tive a felicidade de fazer esses os dois primeiros gols, né? Foi bacana, muito bacana.

Confira alguns tópicos da entrevista:

Como foi o primeiro gol?
- Eu lembro que peguei a bola na meia esquerda, porque jogava sempre por esse lado. Não me lembro se tinha jogador na minha frente, deviam ter alguns jogadores e eu joguei a bola no meio deles para o Marcelo. Marcelo devolveu de primeira, me deixou de cara com o goleiro, só tive o trabalho de dar sequência na corrida e tocar a bola com efeito, né?

Vasco é favorito para o jogo desta quarta?
O Vasco vem num bom momento, né? Vai decidir o Campeonato Carioca. O Avaí é sempre uma equipe forte no seu estádio. Embora seja forte também fora, mas em casa é um time muito perigoso, está acostumado com o gramado, a bola ali corre muito, desliza muito. Mas eu vejo o Vasco num bom momento, vejo o Vasco uma equipe forte, uma equipe aguerrida, uma equipe diferente do que o pessoal acostuma pensar sobre o futebol carioca, que é lento

O estilo do futebol carioca mudou?
Não é mais lento (cadenciado). Hoje o futebol carioca é um futebol de competição, de muita pegada, e o Vasco não foge a essa regra. E vive um bom momento, portanto imagino que o Vasco tem grandes possibilidades.

Qual o palpite para o jogo?
Eu diria que 2 a 1 seria um resultado que está dentro do prognóstico. Para o Vasco.

Ficha do jogo
Data : 15 de novembro de 1983
Estádio da Ressacada
Público : 23.124

Avaí 
Gilson (Borba), Assis, Gildo (Caco), Gilberto e Tião; Careca, Bira Lopes e Ormarzinho (Zé Carlos); Amarildo, Bizu (Décio) e Passos (Nelsinho). Técnico: Ladinho.

Vasco
Roberto; Adevaldo, Chagas, Nenê e Roberto Teixeira; Serginho, Oliveira (Geovani) e Vilson Tadei; Ernani (Dudu), Marcelo e Paulo Egídio (Júlio César). Técnico: Otto Glória.

Arbitragem
Celso Bozzano apitou. Seus auxiliares foram Dalmo Bozzano e Allan Giovani

Gols : Vilson Tadei (Vasco 5/1ºT), Vilson Tadei (Vasco 11/1ºT), Marcelo (Vasco 18/1ºT), Amarildo (Avaí 28/1ºT), Marcelo (Vasco 38/2ºT), Dudu (Vasco 39/2ºT) e Marcelo (Vasco 41/2º tempo.

Foto: Arquivo pessoalWilson Tadei
Wilson Tadei

Fonte: Globoesporte.com