Clube

Yago Pikachu reencontra o Vasco, seu ex-clube, neste sábado (27)

Vasco e Fortaleza se enfrentam no próximo sábado em confronto que marcará o reencontro de Yago Pikachu com a equipe carioca. Dois anos após deixar São Januário, o lateral-direito fará a primeira partida como adversário do clube que defendeu por cinco anos e deixou marcas expressivas.

Pikachu chegou ao Vasco em 2016 e vivenciou momentos bons e ruins no Rio. Participou da campanha de reconstrução do time após a terceira passagem pela Série B, teve boa atuação no Campeonato Brasileiro de 2017, esteve na última participação do clube na Libertadores no ano seguinte e, por diversas vezes, jogou como capitão da equipe, além de ter vivido a segunda fase mais artilheira da carreira em 2018.

Durante as cinco temporadas, Yago Pikachu anotou 40 gols e deu 20 assistências em 253 partidas, marca que fez dele o atleta que mais vestiu a camisa do clube no século 21.

Atrás dele, estão outros nomes que também conquistam os torcedores, como Nenê, que deixou o Vasco recentemente para atuar pelo Juventude, Fernando Prass e Éder Luís, campeões do último título de expressão, e Martín Silva, que conquistou os últimos títulos estaduais.

Atletas que mais jogaram pelo Vasco no século 21:

Yago Pikachu – 253 jogos

Fernando Prass – 248 jogos

Martín Silva – 245 jogos

Éder Luís – 210 jogos

Nenê – 200 jogos

Além do recorde de jogos, Pikachu também é o sexto maior artilheiro do Vasco no século e o lateral com mais gols na história do clube. Por muitas vezes foi escalado como ponta.

Artilheiros do Vasco no século 21:

Romário - 131 gols

Nenê - 63 gols

Élton - 52 gols

Leandro Amaral - 51 gols

Germán Cano - 43 gols

Yago Pikachu - 40 gols

Com tanta história fica a dúvida: Pikachu comemoraria um gol contra o Vasco? A resposta é sim. O jogador respondeu a esta pergunta em entrevista coletiva no Fortaleza:

- Eu sempre me perguntei se iria comemorar ou não. Mas analisando o contexto geral, pela história que eu venho fazendo no Fortaleza, pelo carinho que o torcedor tem por mim, seria falta de respeito. Caso aconteça eu irei comemorar, sim, por respeito à instituição que hoje eu estou defendendo. Mas nada apaga os cinco anos que eu passei no Vasco. Eu respeito e tenho gratidão por tudo que o Vasco me deu neste grande período que eu estive lá e isso não vai se apagar por uma comemoração ou não.

Titular do ataque do Vasco, Gabriel Pec conviveu com Pikachu no clube e falou sobre o reencontro. Além do lateral, Fernando Miguel também defende o Fortaleza agora. O goleiro, no entanto, está machucado e não entrará em campo neste sábado.

- Quando eu cheguei no profissional com 18 anos, o Pikachu e o Fernando Miguel eram ídolos e exemplos. Poder jogar contra eles vai ser uma emoção, porque são dois caras que me ajudaram muito - disse Pec em coletiva na última quinta-feira.

O Vasco foi o clube que abriu as portas para que o jogador disputasse, pela primeira vez, grandes competições em âmbito nacional e continental, como o Brasileirão Série A (2017), Copa Sul-Americana (2017) e a Libertadores da América (2018).

No Fortaleza desde 2021, o jogador atuou em 128 jogos, marcou 36 gols e deu 22 assistências. Vasco e Pikachu se encontram na Arena Castelão, no sábado, às 16h, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

Fonte: ge
  • Terça-feira, 21/05/2024 às 21h30
    Vasco Vasco 3
    Fortaleza Fortaleza 3
    Copa do Brasil São Januário
  • Domingo, 02/06/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Flamengo Flamengo
    Campeonato Brasileiro - Série A Maracanã
  • Quinta-feira, 13/06/2024 às 21h30
    Vasco Vasco
    Palmeiras Palmeiras
    Campeonato Brasileiro - Série A Arena Barueri
  • Domingo, 16/06/2024 às 18h30
    Vasco Vasco
    Cruzeiro Cruzeiro
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • A definir
    Vasco Vasco
    São Paulo São Paulo
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir