Clube

As finanças do Vasco em 2023

Alvo de disputa judicial e em câmara de arbitragem entre a associação civil e a 777 Partners, a SAF do Vasco fez em 2023 um ano de retomada — em campo, ao escapar do rebaixamento no Brasileirão na última rodada, e com alguns sinais positivos e outros tantos ainda negativos no dinheiro.

O faturamento mais do que dobrou, o que permitiu que a folha salarial do futebol pudesse ser elevada. Além disso, houve injeção de capital por parte do grupo americano. A recuperação no segundo turno do campeonato se explica pelas contratações viabilizadas por esses recursos.

Por outro lado, a dívida não cedeu e permanece na faixa dos R$ 700 milhões — mesmo patamar herdado da associação, antes da migração para o clube-empresa. Os americanos venderam 20% dos direitos comerciais do Brasileirão por 50 anos para investidores da Liga Forte União (LFU), como movimento para reforçar o caixa no último trimestre.

Esse era o quadro até 31 de dezembro de 2023, relatado nas demonstrações contábeis. Muito mudou desde então, com a mudança provisória no comando da SAF, gerida pelo presidente da associação, Pedrinho, que vem remontando a estrutura com novos profissionais.

Para facilitar o entendimento da situação ao torcedor, o ge se baseia no estudo produzido pelo economista Cesar Grafietti, da consultoria Convocados. O especialista também gravou 13 episódios do podcast Dinheiro em Jogo, para analisar individualmente as contas dos clubes.

Clube Rating em 2023
Flamengo AAA
Athletico-PR AA
Red Bull Bragantino AA
Cuiabá A
Grêmio A
Palmeiras A
Corinthians C
Fortaleza C
Goiás C
São Paulo C
Botafogo D
América-MG D
Atlético-MG D
Bahia D
Coritiba D
Cruzeiro D
Fluminense D
Internacional D
Santos D
Vasco D

Rating

As notas foram atribuídas por Grafietti, da consultoria Convocados, com base nas demonstrações contábeis referentes aos últimos 12 anos. O conceito é usado no mercado de capitais para classificar empresas: a partir da combinação de uma série de métricas, gera-se uma nota.

No caso do rating para o futebol, o especialista considera elementos como receitas, custos, EBITDA, investimentos e valores a pagar para bancos, entidades, agentes, fornecedores, parcelamentos etc. Cada um tem um peso pré-determinado para determinar o status de cada clube.
 

Receitas 2022 (em R$ milhões) 2023 (em R$ milhões)
Transmissão 42,9 118,5
Comercial 37,2 57,6
Atletas 27,8 97,8
Bilheterias e sócios 32,5 57,3
Social 16,5 0
Outros 3,1 5,1

Em 2023, o faturamento do Vasco aumentou e chegou a R$ 318 milhões. Todas as linhas cresceram de maneira significativa, até porque a base de comparação anterior estava bastante frágil, na Série B. Destaque para transferências de jogadores, que raramente despontam em São Januário.

Os gastos com pessoal — que incluem salários, encargos trabalhistas e direitos de imagem — dispararam entre 2022 e 2023, enquanto despesas administrativas do clube também aumentaram. Na soma de ambos, o Vasco teve um custo de R$ 290 milhões durante a temporada.
 

Custos 2021 (em R$ milhões) 2022 (em R$ milhões) 2023 (em R$ milhões)
Pessoal 104,4 105 181,9
Outros 47,6 94,3 107,9

Fonte: Blog do Rodrigo Capelo - ge
  • Quarta-feira, 17/07/2024 às 19h00
    Vasco Vasco 1
    Atlético Goianiense Atlético Goianiense 0
    Campeonato Brasileiro - Série A Estádio Antônio Accioly
  • Domingo, 21/07/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Atlético Mineiro Atlético Mineiro
    Campeonato Brasileiro - Série A Arena MRV
  • A definir
    Vasco Vasco
    Grêmio Grêmio
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Cuiabá Cuiabá
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Red Bull Bragantino Red Bull Bragantino
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Fluminense Fluminense
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Criciúma Criciúma
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir