Ceará tentou fechar com Jordi duas vezes, mas o Vasco negou

27/12/2019 às 08h06 - FUTEBOL

Um dos destaques da posição no último Brasileirão, o goleiro Jordi pertence ao Vasco e possui contrato até o meio de 2021. Valorizado no mercado da bola, ele recebeu propostas e tinha conversas bem adiantadas com o Ceará. Mas a mudança no comando técnico do Cruz-Maltino causou uma reviravolta na situação: por um pedido de Abel Braga, tudo indica que o jogador retornará a São Januário em 2020.

A performance de Jordi está bem fresca na memória de Abel. Foi após ótima atuação do goleiro que o CSA venceu o Cruzeiro no Mineirão e causou o pedido de demissão do treinador do clube celeste, que terminou a competição rebaixado para a Série B.

O Ceará acenou com uma proposta de empréstimo que a comissão de Vanderlei Luxemburgo entendia como positiva para o jogador, já que não contava com ele em função da performance considerada boa de Fernando Miguel e das opções para o banco de reservas. Abel, por outro lado, vê Jordi com condições de brigar pela posição de titular, e quer o goleiro no grupo para 2020.

Vendo que a situação era difícil, o Vozão, então, fez mais uma tentativa, dessa vez para adquirir o goleiro em definitivo. O Vasco, mais uma vez, bateu o pé e não aceitou a proposta. Em lua de mel, Jordi acompanha as tratativas de longe e volta ao Brasil apenas em janeiro, quando espera resolver sua situação para a temporada.

Fonte: UOL Esporte