Classificação na Copa do Brasil pode ajudar situação financeira do Vasco

05/03/2020 às 08h15 - CLUBE

São três folhas e meia salariais de atraso para os jogadores, mais os direitos de imagem. Para os funcionários, até quatro folhas. Com a "corda no pescoço", o Vasco sabe que hoje (5), às 21h30, contra o ABC, estará em jogo bem mais que a chance de avançar para a terceira fase da Copa do Brasil. A partida eliminatória poderá render ao clube um "plus" financeiro que chegará em importante momento.

Em termos de premiação, a CBF oferece R$ 1,3 milhão pela classificação (a primeira fase pagou R$ 1,1 milhão).

Além disso, o clube espera lucrar também com a bilheteria, e justamente por isso alterou o mando de campo para o Maracanã.

Nas redes sociais, o Cruz-Maltino tem feito uma campanha para se atingir um público de 60 mil pessoas. Até ontem (4), cerca de metade dos ingressos desta meta já haviam sido emitidos. Os setores Sul e Leste Inferior esgotaram e estavam à venda Leste Superior e Maracanã Mais. Os preços variam de R$ 24 a R$ 165.

O Norte, até o fechamento da reportagem, estava exclusivo aos torcedores do ABC, mas pode abrir caso a venda cresça. Se isso acontecer, os fãs do time potiguar ficarão num espaço isolado pela Polícia Militar.

Na última rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado, quando recebeu a Chapecoense no estádio, o Vasco arrecadou pouco mais de R$ 1 milhão com um público de 61.021 pagantes. Uma verba mais de três vezes maior do que o clube costuma ter nos jogos mais cheios em São Januário.

"Lei do silêncio" continua

Enquanto o clube segue sem resolver ao menos parcialmente os salários atrasados, o elenco mantém o protesto de não conceder entrevistas. Nos dias que antecederam ao jogo, somente o técnico Abel Braga falou com os jornalistas no CT do Almirante.

"O vestiário está ótimo. Foi uma maneira que eles encontraram para mostrarem que estão aqui. Esse problema não vem de duas semanas. Esse problema acontece há tempos", disse o treinador sobre a "lei do silêncio".

Guarín deve começar jogando

Para a partida, Abel Braga deu indícios de que iniciará a partida com o meia Fredy Guarín. O treinador, no entanto, fez questão de ressaltar que ele ainda não tem condições de suportar os 90 minutos do duelo:

"Conversei com o Guarín. Ele não tem condições de suportar 90 minutos. No jogo passado (contra o Resende), corremos certo risco para colocá-lo em campo. Jogou um tempo e mostrou a capacidade que tem mostrado nos treinamentos. A possibilidade de começar com ele é boa, fazendo o contrário, começando e saindo depois. Pode ser que dê uma carga emocional, dê experiência e qualidade à equipe desde o início. Estamos analisando".

FICHA TÉCNICA:

VASCO x ABC
Data/hora: 05/03/2020, quinta-feira, às 21h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Dewson Freitas (PA) Auxiliares: Marcio Gleidson Correia (PA) e Luis Diego Nascimento (PA)

VASCO: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Werley, Leandro Castan e Henrique; Andrey, Raul e Guarín; Ribamar (Tiago Reis), Germán Cano e Marrony. Técnico: Abel Braga

ABC: Rafael, Pedro Costa, Vinícius Leandro, Joécio e Marlon; João Paulo, Felipe Manoel (Wesley Dias), Cedric e Berguinho, Jailson e Paulo Sérgio. Técnico: Francisco Diá

Fonte: UOL Esporte