Com gol, Talles Magno ultrapassa marca de Philippe Coutinho

26/08/2019 às 10h03 - FUTEBOL

Em seu retorno ao Estádio de São Januário, onde ostenta um incrível aproveitamento de 80% na temporada de 2019, o Vasco da Gama não deu chances para o São Paulo e venceu pelo placar de 2 a 0, em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Quis o destino que o grande destaque da partida fosse uma cria do clube, um legítimo Menino da Colina, um garoto de apenas 17 anos.
Esbanjando personalidade, Talles Magno infernizou o lado direito da defesa são-paulina, composta pelos experientes Juanfran e Daniel Alves, e fez sua melhor partida entre os profissionais. Além de marcar o primeiro gol após cobrança de escanteio de Danilo Barcelos e assistência de Leandro Castan, o camisa 43 iniciou a jogada que resultou no segundo tento, anotado por Fellipe Bastos.

- Foi um dia perfeito e incrível para mim. Não mudaria nada que aconteceu aqui hoje, pois consegui marcar um gol e ajudar o time na conquista da vitória. Procurei trabalhar o máximo para ajudar a minha equipe, correndo, marcando atrás da linha da bola. São Januário estava lindo também. Não poderia ter tido uma noite melhor. Cenário perfeito - disse o jovem, que foi elogiado por todos por não sentir tanto o peso de um clássico nacional.

- Tive mais dificuldade no primeiro domínio, naquele chute que foi por cima, pois tinha muita gente na frente. No segundo, tentei fazer a mesma coisa, consegui porque estava mais claro e pude abrir o placar. Eu tenho dois irmãos que jogam, um deles está aqui no Vasco, então eu sempre acompanhei o que eles passaram, sei bem das dificuldades. Eles e os meus companheiros me passam tranquilidade, falam para não entrar nervoso. É o que venho fazendo - completou.

O gol marcado diante do Tricolor Paulista foi o primeiro de Talles Magno no time principal, e o fez se tornar o segundo jogador mais jovem a balançar as redes com a camisa cruzmaltina no Século 21, ultrapassando ninguém mais, ninguém menos que Philippe Coutinho, hoje titular e referência da Seleção Brasileira. O primeiro colocado do ranking é Paulinho, que não pode mais ser alcançado pela jovem promessa.

- Uma felicidade atuar dentro de casa e marcar meu primeiro gol pelo profissional. Eu agradeço muito o carinho da torcida, e vou procurar dando meu melhor para seguir recebendo o carinho dela. Não sabia que iria bater uma marca do Coutinho, mas estou muito feliz por ter conseguido. Eu tenho o desejo de fazer história no Vasco e ajudar o clube. O próximo passo é trabalhar ainda mais forte para evoluir e continuar dando alegrias - finalizou o camisa 43.

Fonte: Site oficial do Vasco