Dono de CT do Vasco diz condição para clube não sofrer despejo

24/07/2019 às 08h27 - FUTEBOL

Nesta terça-feira (23 de julho) o repórter FOX Sports Flávio Winicki trouxe com exclusividade a informação de que o Vasco corre o risco de ser despejado do CT do Almirante, em Vargem Pequena, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, por falta de pagamento. Em entrevista ao programa Tarde Redonda, o proprietário do local, Evandro Ferreira, revelou que espera o quanto antes resolver a pendência.

"Tentei vários contatos com o presidente (Alexandre Campello), mas a gente não conseguiu se encontrar. Já foi passado a ele a dívida. Eles tinham três meses (de pagamentos atrasados), mais multas e tudo. Total de R$ 660 e poucos mil, eles pagaram R$ 213 mil, e eles têm mais 10 dias para quitar o resto, senão terão que deixar o CT", disse.

"Sinceramente, não vai mais ficar na palavra. Já demos vários votos de confiança, mas eles nunca cumpriram. Entendo a situação do Vasco, mas a gente vai ter que botar no papel... Vai depender do presidente atual, de ele me propor. Tem uma dívida em aberto, e a gente espera sentar com ele para resolver, ou então tenho que tomar o CT de volta", prosseguiu, revelando ainda que procura uma forma de falar com Campello há bastante tempo.

"A relação com o Vasco foi na diretoria anterior, do falecido Dr. Eurico (Miranda), foi ele quem alugou o CT, ele que, quando perdeu a eleição, pediu para não tirar, e depois disso conversei com o Fred (Lopes), que iniciou com o Campello, depois que ele saiu, com o (Paulo) Pelaipe, o Newton (Drummond), mas a gente sempre teve muita dificuldade. A gente foi levando, mas tem uma hora que não tem muito o que fazer, né? A gente tentou sentar e conversar, fazer um acordo, reduzir o tempo de aluguel, mas a gente não conseguiu e teve que tomar essa atitude", completou.

Em fevereiro do ano passado, o clube carioca firmou contrato de três anos para treinar no local, válido até o fim de 2020.

Fonte: Fox Sports