Fellipe Bastos encerra longo jejum de gols de falta no Vasco

14/08/2020 às 08h11 - FUTEBOL

O belo gol de falta marcado por Fellipe Bastos na vitória por 2 a 0 sobre o Sport, acabou com um pequeno jejum do Vasco. Isto porque o último tento de falta feito por um jogador do Gigante da Colina aconteceu há quase 10 meses. O último havia sido marcado por Fredy Guarín, na derrota por 3 a 1 para o Grêmio, em 30 outubro de 2019, também em São Januário.

É verdade que não foram muitos jogos nesse período, devido o período sem futebol entre as temporadas de 2019 e 2020 e a suspensão das competições em março deste ano devido à pandemia do novo coronavírus. Mas os jogadores tentaram muito nestas 25 partidas desde aquele gol de Guarín, em finalização que passou por baixo da barreira.

Antes do gol de Fellipe Bastos, o tento já até havia saído pelos pés de Bruno César, mas foi em um jogo-treino contra o Volta Redonda. O volante o meia são justamente dois dos que mais treinam cobranças de faltas no Cruz-Maltino, além de Yago Pikachu, Benítez e Andrey. E Bastos falou sobre a cobrança de Ramon Menezes, que tinha a finalização de bola parada como uma de suas especialidades, nos treinamentos.

– O treinador cobra muito a gente. O Ramon como exímio cobrador que foi, ele cobra muito nos treinamentos para que a gente acerte. Às vezes no jogo só temos uma oportunidade. Hoje tive duas. Uma eu botei na trave. A outra bateu na trave e entrou. Graças a Deus. Isso é fruto de um trabalho, de muita cobrança. E também quero agradecer ao Pikachu e Benítez, que me deram a confiança ali na batida. A gente conversou e eles me deixaram bater. Falei com eles que estava confiante. E que eu já tinha batido uma falta bem, que estava calibrado e eles entenderam. Graças a Deus saiu o gol nessa cobrança de falta – afirmou Fellipe Bastos em entrevista coletiva após a partida contra o Sport, válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Escolha do cobrador

Com tantos cobradores de falta no elenco, a decisão sobre quem vai bater é sempre conversada em campo. Foi assim que Bastos teve a oportunidade de cobrar e marcar o gol na última quinta-feira, pouco depois de ter acertado a trave em outra cobrança.

– Todo mundo tem treinado muito bem. E vamos por aquilo que estamos fazendo nos treinamentos. O primeiro jogador que tem batido muita falta e vocês têm visto também nos jogos-treinos é o Bruno César. E hoje ele não pôde estar com a gente. Aí depois vem eu, Pikachu, o Benítez, o Andrey. Mas ali dentro dentro de campo conversamos, até porque eu tinha batido uma falta. E eu pedi para eles, que eu estava calibrado e talvez acertaria. No treinamento eu também venho fazendo gols e treinando bem. De bate e pronto o Pikachu aceitou e o Benítez também. E foi importante porque eles me deram confiança para que eu acertasse.

Elogios do chefe

Como excelente cobrados que era na época de jogador e, agora como treinador, Ramon sabe a importância de ter um bom aproveitamento na bolas paradas. Por isso, o técnico elogiou o empenho de Fellipe Bastos nos treinamentos de cobranças de falta.

– Bastos vem trabalhando muito. Ele tem trabalhado muito. Hoje, sem dúvida nenhuma, fez um gol de falta maravilhoso. Poderia ter feito outro porque cobrou muito bem. É fruto de treinamento, ele sabe o quanto treina. Chega cedo para treinar e está de parabéns. A gente tem evoluído muito nisso, e a bola parada decide jogo. Hoje ele foi muito bem e conseguiu fazer um gol espetacular – afirmou Ramon em coletiva após a vitória sobre o Sport.

Fonte: Esporte News Mundo