Guarín desembarca no Rio nesta quinta (03)

03/10/2019 às 08h08 - CLUBE

No apagar das luzes das inscrições no Campeonato Brasileiro, o Vasco surpreendeu e anunciou a contratação do experiente volante Fredy Guarín - ex-Inter de Milão, Porto e que disputou a Copa do Mundo de 2014 com a seleção da Colômbia. O jogador chega hoje (3), por volta das 4h30 no Rio de Janeiro, e às 11h30 será apresentado oficialmente pelo Cruzmaltino. Mas afinal de contas, o que esperar do jogador de 33 anos?

Os prós

Entre os pontos positivos da vinda de Fredy Guarín, os de maior destaque, além da experiência, são a qualidade técnica e o nome de certo impacto, algo que já tem sido trabalhado pelo departamento de marketing do clube, que adotou um funk para o jogador e tem feito diversas ações junto aos sócios e torcedores.

Em uma delas, por exemplo, associou o colombiano à campanha da "vaquinha online" para a construção do centro de treinamento cruzmaltino. Na promoção, até 10 pessoas que contribuíssem com R$ 398,98 para o projeto poderão acompanhar a entrevista coletiva do jogador. Até o momento do fechamento desta reportagem, quatro já haviam aderidos, restando seis vagas.

Entre os jogadores do elenco, o clima é de expectativa com a chegada do estrangeiro.

"Pelo que a gente viu, é um jogador experiente, já rodado, vitorioso por onde passou. O currículo é excelente", elogiou o lateral direito Yago Pikachu.

Os contras

Guarín chega de um tempo inativo. Sua última partida foi no início de julho pelo Shanghai Shenhua (CHI), algo que fez, por exemplo, o rival Flamengo desistir de sua contratação. Apesar disso, a comissão técnica demonstra confiança na capacidade física do atleta, já que ele estava se cuidando de maneira particular. Sua estreia, porém, deverá demorar, ao menos, duas semanas.

Outro ponto de receio é o seu curto período de contrato assinado. Ele dura somente até o fim deste ano, embora o presidente do Vasco, Alexandre Campello, pense em estender o vínculo do colombiano por mais tempo em São Januário.

"A ideia é que o Guarín permaneça no Vasco para 2020, até porque será um ano mais folgado financeiramente. A ideia é fazer um futebol mais forte e com investimento para o ano que vem", disse o dirigente ao canal "Atenção Vascaínos".

O técnico Vanderlei Luxemburgo teve papel fundamental para que Guarín aceitasse a proposta do Vasco - onde receberá muito menos que nos clubes anteriores. O treinador fez questão de ligar pessoalmente para o jogador e dar um panorama geral do clube e suas ambições técnicas para o volante.

A ideia de morar no Rio de Janeiro foi algo que também atraiu a família do colombiano, que nas redes sociais já postou foto vestida com a camisa cruzmaltina.

 

Fonte: UOL