Início de ano ruim gera impaciência da torcida com Campello e Abel

01/02/2020 às 09h57 - FUTEBOL

O cambaleante começo do Vasco no Campeonato Carioca — com quatro pontos em quatro jogos e chances remotas de chegar à semifinal da Taça Guanabara —, tem tido reflexos imediatos nos bastidores e escancarado a insatisfação da torcida com o presidente Alexandre Campello, respingando também no técnico Abel Braga, que chegou à Colina para uma função que serve quase que como um "escudo" à diretoria.

Os protestos contra Campello têm sido constantes. Contra a Cabofriense, ontem (31), começaram no intervalo, quando o time já perdia por 1 a 0. Além dos xingamentos, cobranças para que uma solução aos problemas dos salários atrasados seja achada.

Ao apito final, vaias e xingamentos não apenas ao mandatário, como também a Abel Braga. Experiente, o treinador cumpre um perfil que era o que a cúpula buscava quando foi ao mercado: de alguém que pudesse ter um papel além das quatro linhas, como foi com Vanderlei Luxemburgo.

Em 2019, Luxa blindou o elenco dos problemas extra-campo e conseguiu fazer uma campanha satisfatória no Campeonato Brasileiro, apesar dos salários atrasados e de promessas não cumpridas pela diretoria. Até por isso, a permanência do treinador para 2020 era um desejo da torcida. Ao menos nos primeiros passos de Abel na Colina, a receita não parece surtir o mesmo efeito e já há pedidos pela saída do comandante.

Pelas redes sociais, um ato denominado "Queremos mudanças" está sendo organizado para amanhã (2), na porta de São Januário e tem como alvos justamente Campello e Abel. "Chega de se esconder, chega de ficar parado no lugar vendo a situação que estamos! Os 185 mil sócios serviram para que?", diz trecho da página em que a ação está sendo convocada.

Toda essa movimentação acontece apenas após o quarto jogo da temporada e com o primeiro desafio pela Sul-Americana, contra o Oriente Petrolero, da Bolívia, batendo à porta.

Em meio a tudo isso, os bastidores do clube estão agitados. Campello vem sendo pressionado para entregar a lista de sócios aptos a participar da eleição para que o documento possa ser analisado pelos poderes do clube e o pleito ser convocado. Vale lembrar que a eleição será direta.

Uma reunião do Conselho Deliberativo, nesta semana, terminou em empurra-empurra e confusão, adiando a votação de pautas referentes a mudança no estatuto.

Fonte: UOL