Futebol

Jogadores que custaram caro ao Vasco ficam de fora apenas por opção técnica

Foram 10 contratações e quase R$ 130 milhões gastos na primeira janela de 2024. Em campo, no entanto, o desempenho não condiz com o investimento. O Vasco chegou à sua quarta derrota seguida nas primeiras cinco rodadas do Brasileirão. E com os reforços mais caros no banco.

O zagueiro João Victor e o atacante Adson, que juntos custaram quase R$ 60 milhões ao Vasco, são reservas. Assim como Clayton Silva, por quem a SAF pagou R$ 18,8 milhões. Juan Sforza, contratado por R$ 24,8 milhões, transita entre o banco e a titularidade - foi reserva na última rodada, diante do Athletico-PR.

Dos 10 reforços, David é quem mais jogou. O atacante foi contratado para compor elenco, mas conquistou espaço com o ex-treinador Ramón Díaz e tem sido mantido no time pelo interino Rafael Paiva.

A explicação para a pouca utilização de alguns reforços é técnica. Os jogadores têm ficado fora do time titular, na maioria das vezes, por opção dos treinadores. O ge explicou nesta quarta o motivo da perda de espaço de João Victor - com a saída de Ramón, o zagueiro deve ganhar mais chances.

O Vasco ainda pagou R$ 5,2 milhões para adquirir outra parte dos direitos de Lucas Piton e R$ 4,8 milhões para ficar em definitivo com Paulo Henrique - os alterais são titulares da equipe. A pedido de Ramón, o clube ainda desembolsou R$ 1,3 milhão para estender o empréstimo de Praxedes, mas o volante perdeu espaço e não atua desde a partida de volta contra o Nova Iguaçu, pela semifinal do Carioca, quando começou jogando.

Veja os números dos reforços:

João Victor - R$ 32 milhões

O zagueiro - reforço mais caro da história do Vasco - tem 14 jogos na temporada, sendo nove como titular. No Brasileirão, ele começou jogando contra Red Bull Bragantino, entrou diante de Grêmio e Athletico e não saiu do banco nas derrotas para Fluminense e Criciúma. Soma 923 minutos em campo - média de 64 minutos por partida.

Adson - R$ 26,6 milhões

Com 15 jogos e dois gols em 2024, o atacante foi titular em apenas cinco deles. Adson entrou em todos os jogos para os quais foi relacionado, com exceção do clássico contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro. O reforço comprado junto ao Nantes, da França, atuou em 525 minutos - média de 35 minutos por jogo.

Juan Sforza - R$ 24,8 milhões

Desde 19 de fevereiro, quando foi anunciado, o argentino tem 12 partidas pelo Vasco - cinco como titular. Com uma assistência, o volante soma 561 minutos jogados - média de 46,7 por confronto.

Clayton Silva - R$ 18,8 milhões

Penúltimo reforço da primeira janela, o centroavante chegou para disputar posição com Vegetti no ataque. Clayton foi titular em apenas um dos seis jogos em que atuou. No Brasileirão, entrou em quatro das cinco partidas do Vasco. Ele soma 124 minutos - média de 20,6.

Hugo Moura - R$ 10,9 milhões

O volante foi o último reforço a chegar ao Vasco. Ele veio por empréstimo do Athletico-PR com obrigação de compra por meta simples. Precisava ser relacionado para apenas quatro jogos para que a SAF fosse obrigada a comprá-lo por cerca de 2 milhões de euros. O Furacão, inclusive, já notificou o clube carioca por falta de pagamento da parcela original pelo valor do empréstimo, condição inicial do negócio.

Contratado após o início do Campeonato Brasileiro, Hugo já entrou em campo na terceira rodada e foi titular nos últimos três jogos - dois pelo Brasileirão e um pela Copa do Brasil. Com 176 minutos jogados pelo Vasco, ele tem média de 44 minutos por partida.

Robert Rojas - R$ 3,2 milhões (empréstimo)

Pedido do ex-técnico Ramón Díaz, o zagueiro paraguaio atuou em 10 jogos, sendo seis como titular. Em algumas ocasiões, foi improvisado na lateral direita. A última vez em campo foi contra o Fortaleza, quando o interino Rafael Paiva montou o time com três zagueiros. Ele tem 466 minutos com a camisa do Vasco - média de 46,6 minutos por partida.

Pablo Galdames - R$ 1,3 milhão

O volante contratado junto ao Genoa, da Itália, clube que também pertence à 777, ganhou espaço de cara no Vasco. São 15 jogos - 13 como titular -, dois gols e três assistências. Galdames, no entanto, oscilou nas última 10 partidas, quando foi substituído sete vezes e começou no banco em duas delas. O chileno jogou 1.054 minutos - média de 70,2 por duelo.

David - valor do empréstimo não revelado

O atacante veio emprestado pelo Internacional, com valor não divulgado. O Vasco terá que desembolsar 2,8 milhões de euros (cerca de R$ 15 milhões) se David disputar pelo menos 60% das partidas nesta temporada. Entre salários, valor do empréstimo e outros encargos, a SAF ainda vai arcar com cerca de R$ 8 milhões para manter o jogador.

Contratado para compor elenco, David é o reforço que mais atuou pelo Vasco até o momento. Titular nos cinco jogos do Brasileirão, o atacante tem 19 partidas e começou jogando em 13 delas. Com quatro gols e duas assistências, ele soma 1.110 minutos em campo - média de 58,4 por jogo.

Keiller - emprestado

Foi contratado junto ao Internacional para ser o reserva imediato de Léo Jardim. Ainda não jogou.

Victor Luis - sem custos

O lateral-esquerdo rescindiu com o Coritiba para fechar com o Vasco, onde é reserva de Lucas Piton. Também não entrou em campo até o momento.

Fonte: ge
  • Terça-feira, 21/05/2024 às 21h30
    Vasco Vasco 3
    Fortaleza Fortaleza 3
    Copa do Brasil São Januário
  • Domingo, 02/06/2024 às 16h00
    Vasco Vasco
    Flamengo Flamengo
    Campeonato Brasileiro - Série A Maracanã
  • Quinta-feira, 13/06/2024 às 21h30
    Vasco Vasco
    Palmeiras Palmeiras
    Campeonato Brasileiro - Série A Arena Barueri
  • Domingo, 16/06/2024 às 18h30
    Vasco Vasco
    Cruzeiro Cruzeiro
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • A definir
    Vasco Vasco
    São Paulo São Paulo
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir