Imprensa

Jornalistas que acompanharam Vitinho e Raniel em 2021 opinam sobre atletas

O Vasco anunciou, na última terça-feira, mais duas contratações para a temporada 2022. Até o momento, oito novas caras se juntam ao elenco para a pré-temporada. O meia Vitinho e o atacante Raniel já estão no Rio de Janeiro para reforçar o grupo, que se reapresentou cheio de lacunas.

Os dois jogadores, porém, vão ter que ralar para conquistar vaga no time de Zé Ricardo. Com poucas oportunidades como titulares na temporada 2021, Vitinho e Raniel precisam vencer a desconfiança para se firmarem em São Januário. O meia começou jogando pelo Corinthians nove vezes, enquanto o atacante foi escalado desde o apito inicial no Santos em três jogos.

Vitinho é meia e tem 22 anos. O jovem, que já faz parte do elenco profissional do Corinthians, foi emprestado para ganhar rodagem e experiência, uma vez que o clube contratou vários jogadores renomados recentemente para sua posição. Ele fez um gol em 29 jogos na temporada passada.

Revelado pelo Santa Cruz, Raniel, de 25 anos, ganhou projeção nacional no Cruzeiro, onde foi bicampeão e um dos destaques da Copa do Brasil. O centroavante também tem passagens por São Paulo e Santos, mas sem grande evidência. No Peixe, seu último clube, conviveu com lesões e pouco jogou na última temporada. Foram 19 jogos e um gol em 2021.

O clube teve até o momento mais saídas do que chegadas, o que expôs carências em algumas posições do elenco. Os seis casos de Covid divulgados na última segunda pioram a situação. Além de Vitinho e Raniel, o Vasco anunciou o goleiro Thiago Rodrigues (CSA), os zagueiros Anderson Conceição (Cuiabá) e Luís Cangá (Delfin), o lateral-esquerdo Edimar (Bragantino), o volante Yuri Lara (CSA) e o meia Isaque (Grêmio).

O que o torcedor vascaíno pode esperar dos dois novos reforços? Eles chegam para suprir os problemas e serem boas opções para o propósito do time na temporada? O ge consultou jornalistas que acompanharam a última temporada de Vitinho e Raniel. Veja abaixo:

Bruno Cassucci - setorista do Corinthians pelo ge

"Vitinho é visto como muito promissor desde as categorias de base do Corinthians. Ele chegou ao clube com apenas cinco anos e chegou a fazer um período de treinos no Manchester City antes de assinar seu primeiro contrato profissional, em 2016. No ano seguinte, com apenas 17 anos, integrou o elenco campeão da Copa São Paulo de Futebol Jr.

Embora muito badalado quando jovem, o meia foi ganhar chance no elenco profissional apenas na última temporada. Foi Vagner Mancini o técnico que o promoveu, mas com Sylvinho que ele teve mais chances. Foram 29 jogos ao longo de 2021, sendo nove como titular. Neste período, fez um gol e deu duas assistências.

Meia de origem, Vitinho jogou em diversas ocasiões um pouco mais recuado, como segundo volante. Ele é destro, mas pode atuar pelos dois lados do meio".

Alexandre Lozetti - comentarista da Globo

"Vitinho é mais um daqueles garotos muito badalados na adolescência que não desabrocham como se imaginava, ainda assim, não deixa de ser um bom reforço. Meio-campista de talento, gosta de jogar de frente para o gol, portanto não o imagino como um camisa 10, recebendo de costas, e sim um pouco mais recuado. Vitinho gosta de partir da intermediária e buscar associações pelos lados do campo. Ainda precisa de mais chegada à área para finalizar e fazer gols.

Raniel precisa driblar, antes de qualquer adversário, as lesões que o mantiveram parado por bastante tempo nos últimos anos. E recuperar a força que, em seus melhores momentos, o fez um atacante móvel, com capacidade de se desmarcar e atacar a área. Se estiver bem fisicamente, terá condição de ajudar o Vasco na temporada".

Bruno Gutierrez - setorista do Santos pelo ge

"O Raniel chegou ao Santos em 2020 com a expectativa de ser titular, até porque naquele momento o elenco não contava com jogadores experientes para a posição. Porém, ele logo perdeu espaço para atletas mais jovens como Yuri Alberto (hoje no Inter) e Kaio Jorge (na Juventus-ITA). Além disso, ele sofreu com problemas pessoais e físicos. Primeiro, o filho dele sofreu um acidente doméstico e chegou a ficar internado na UTI. Depois o jogador teve covid-19 e, quase na sequência, uma trombose venosa profunda na perna direita. Passou por duas cirurgias e ficou nove meses sem ser relacionado para partidas.

Na última temporada, ele ganhou oportunidades com o técnico Fábio Carille e marcou um gol. Mesmo assim, foi difícil ter uma sequência. Ficou atrás na disputa pela posição com Diego Tardelli e Marcos Leonardo. Quando esteve em campo, era um jogador de força física, que usava o corpo para ganhar dos adversários. Contudo, o estilo de jogo não encaixava tanto na proposta do Santos, que pedia um ataque mais leve, com velocidade".

Fonte: ge
  • Quarta-feira, 26/01/2022 às 19h00
    Vasco Vasco 4
    Volta Redonda Volta Redonda 2
    Taça Guanabara Raulino de Oliveira
  • Sábado, 29/01/2022 às 21h00
    Vasco Vasco
    Boavista Boavista
    Taça Guanabara São Januário
  • Quarta-feira, 02/02/2022 às 21h35
    Vasco Vasco
    Nova Iguaçu Nova Iguaçu
    Taça Guanabara São Januário
  • Domingo, 06/02/2022 às 15h30
    Vasco Vasco
    Madureira Madureira
    Taça Guanabara Conselheiro Galvão
  • (09/02 - Qua) ou (10/02 - Qui)
    Vasco Vasco
    Portuguesa Portuguesa
    Taça Guanabara São Januário
  • (12/02 - Sáb) ou (13/02 - Dom)
    Vasco Vasco
    Botafogo Botafogo
    Taça Guanabara Maracanã