Mais Vasco divulga proposta para inclusão e empoderamento feminino

12/10/2020 às 12h14 - CLUBE

Conheça as principais propostas da Mais Vasco para criação de um ambiente seguro, convidativo e acolhedor para todas as Vascaínas do Brasil.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2019, a população brasileira era composta por 51,8% de mulheres. Ou seja, mais da metade do número total de pessoas do nosso país é do sexo feminino. No entanto, esse número está longe de se refletir no mercado de trabalho e, principalmente, no ambiente desportivo e de clubes de futebol/poliesportivos do Brasil.
Quando olhamos para “dentro de casa”, o cenário do nosso Vasco da Gama não é diferente: sem levarmos em consideração o quadro de atletas, a força de trabalho feminina do Clube é de ¼ dos funcionários. Nos grupos políticos cruzmaltinos, diretorias administrativas, cargos de liderança ou estrutura do nosso futebol feminino, a estatística é ainda pior. Sem contar em São Januário…
Por conta disso, e por entender a relevância de uma instituição que promove ações afirmativas para a construção de uma sociedade igualitária, com equidade de oportunidades e, então, fortalecida economicamente, a Mais Vasco reuniu legítimas vascaínas, frequentadoras de São Januário, torcedoras Off-Rio e “donas do problema” para desenvolverem as propostas do nosso Grupo de Trabalho Feminino.

Confira abaixo algumas de nossas principais propostas desenvolvidas por cerca de 20 mulheres para mudarmos o cenário cruzmaltino de segregação social.

Isonomia no Futebol Feminino
Reestruturar o CT de Caxias para as jogadoras e comissão técnica, enquanto o Nosso CT não tem instalações completas, promovendo adaptações necessárias para o maior conforto das nossas atletas; Jogos em São Januário com cobertura da Vasco TV; maior valorização institucional e divulgação da modalidade nos canais oficiais do Clube.

Inteligência Artificial no Combate ao Assédio
Plataforma de inteligência artificial para denúncias de assédios de qualquer natureza dentro das dependências do Clube (todas as sedes); equipe técnica qualificada para acolhimento de mulheres, caso a denúncia não seja anônima.

Mais mulheres na política do Vasco
Dar voz às mulheres que compõem ou possam compor o Conselho Deliberativo pela Mais Vasco, trabalhando para aumentar o número de pessoas do sexo feminino com cinco ou mais anos de vida associativa ininterruptas, com o objetivo de aumentar a representatividade feminina nos cargos políticos cruzmaltinos.

Ambiente seguro em São Januário
Intensificação de conversas com o poder público para garantir a integridade física e psicológica de mulheres que querem frequentar os estádios onde o Vasco manda seus jogos (São Januário e Maracanã).

Estas e outras propostas do GT Feminino da Mais Vasco estão disponíveis para a todos e todas.

Para baixar o material completo clique aqui.

Fonte: Site "Mais Vasco"