Marcos Junior lidera quesito no Vasco; Fellipe Bastos é o segundo

12/06/2019 às 08h06 - FUTEBOL

Três: prepare-se para a repetição da palavra. Porque ela simboliza bem a nova fase do Vasco, pelo menos em termos defensivos. Vamos lá: há três jogos, o técnico Vanderlei Luxemburgo decidiu passar a escalar três volantes. Nesta nova fase, Marcos Junior virou titular e passou a se destacar: ele lidera a média de desarmes da equipe no ano com, isso mesmo, três por jogo.

A segurança defensiva do Vasco melhorou gradativamente nestas partidas. O time ganhou consistência no meio-campo e, desta forma, conseguiu sua primeira vitória no Brasileirão: 2 a 1 sobre o Internacional, na última rodada.

A trinca de volantes é que ainda não está definida: Marcos Junior é o único ponto em comum nas três rodadas. Andrey, Fellipe Bastos, Raul e Lucas Mineiro se alternaram ao longo dos jogos.

- Quando tem três volantes a proteção na zaga é maior. Zagueiro não precisa ficar dando muito combate na entrada da área, dá para fechar mais a área e tirar os cruzamentos. Não precisa cobrir lateral, porque o volante está ali. Como temos três volantes de qualidade, conseguimos sair rápido e preencher o meio-campo – analisou o zagueiro Ricardo, um dos beneficiados com o novo esquema.

Os líderes em desarmes do Vasco no ano:

Marcos Junior - volante - 3,3

Fellipe Bastos- volante - 2

Raul - volante - 1,78

Andrey - volante - 1,75

Ricardo - zagueiro - 1,73

Marrony - atacante - 1,6

Lucas Mineiro - volante - 1,4

Danilo Barcelos - lateral - 1,4

Caceres - lateral - 1,39

Fellipe Bastos tem segunda melhor média

Vice-líder na relação, Fellipe Bastos tem ainda outro gostinho nessa nova fase do Vasco: contra o Internacional ele completou 150 jogos com a camisa cruz-maltina.

- É um orgulho imenso já ter vestido a camisa do Vasco por 150 vezes. Sou muito feliz por tudo o que conquistei no clube e a minha vontade é a de continuar escrevendo essa história vitoriosa. Sempre agradeço por poder representar essa grande instituição e tento retribuir isso dentro de campo. Espero poder ajudar o Vasco nesse ano a chegar o mais longe que pudermos no Brasileiro e dar alegrias à torcida vascaína - disse o volante.

A tarefa agora é melhorar também ofensivamente. Um sinal de que isso pode acontecer foi justamente no jogo contra o Internacional, quando Andrey marcou um dos gols. O próximo desafio do Vasco é diante do Ceará, nesta quinta-feira, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, em São Januário.

Fonte: GloboEsporte.com