MMA: Pedrita projeta luta contra Luana Dead neste sábado (10)

07/05/2019 às 19h31 - OUTROS ESPORTES

Superar dificuldades é algo que faz parte da biografia de Priscila Pedrita. A lutadora, que já foi viciada em drogas e deu a volta por cima, agora tem uma missão menos complicada, mas longe de ser fácil. Após chegar invicta no Ultimate, a atleta da PRVT perdeu seus dois compromissos na organização, contra Valentina Shevchenko e Molly McCann. Agora, terá Luana Dread pela frente, no próximo sábado, no UFC Rio 10, já que aceitou substituir a chinesa Wu Yanan com pouco tempo de antecedência para o evento. Nada que a preocupe. 

- Como sempre digo, guerreiro não escolhe o combate. Vai lá e luta. Achei uma grande oportunidade, tenho certeza que vou aproveitar. Fiz cinco meses de camp para a luta com a Molly em Londres, depois da luta parei duas semanas. Quando pintou a oportunidade, agarrei com unhas e dentes. Vamos vencer, tenho certeza de que foi uma grande oportunidade e sei que vamos sair vitoriosos. Estou com este peso, sim (de precisar ganhar). É vencer ou vencer. Hoje fiz uma palestra e ouvi uma simples frase. Eu falei que, se perder, podia ser mandada embora, e um rapaz disse: "Você esteve no fundo do poço e só você soube sair. Agora está no fundo do poço do UFC e só você pode sair". E eu vou sair, essa vitória virá e será mais um poço que vou sair - afirmou, ao Combate.com. 

Ao analisar Luana, Pedrita elogiou a trocação da rival, mas acredita ter as ferramentas necessárias para neutralizar o jogo da compatriota. Outro ponto que ela considera a seu favor é que sua adversária fará sua estreia no UFC. 

- Ela é bem técnica, precisa de espaço para conectar os golpes e é isso que não vou dar. Não vou dar este espaço e tenho certeza que será um grande show de luta, porque ela é boa striker e queremos dar espetáculo para sair com um bônus da noite. Todo estreante no UFC sabe que a perna treme, tem o peso da estreia, essa é uma vantagem para mim. Já senti essa adrenalina. Na luta com a Molly, quando tomei a queda, só fui acordar no terceiro round. Nessa luta vou firme nos três rounds, ser a Pedrita daquele terceiro round nos três rounds. O ponto fraco dela, pelo que estudei, é que ela fica um pouco na pressão. Se você bota pressão, ela fica com receio. Vou trabalhar em cima disso. 

Ao prometer nocautear, Pedrita não se esquivou da pergunta sobre se considerar favorita e chamou a responsabilidade da vitória para ela. 

- Achei uma ótima oportunidade porque todas as vitórias que tive foram no Brasil, contra brasileiras. Se me considerei a melhor do Brasil até entrar no UFC, isso não vai mudar. Vou provar que sou a melhor do Brasil. Com certeza (sou a favorita) - concluiu. 

Serviço do UFC 237 

Na próxima sexta-feira, dia 10, a pesagem oficial terá transmissão ao vivo do Combate.com às 9h (de Brasília), com a aferição do peso de cada lutador e as confirmações dos confrontos. Mais tarde, às 17h30, começa a transmissão da pesagem oficial, com as encaradas, com transmissão do Combate, SporTV e Combate.com. 

No sábado, dia 11, o UFC 237 terá início às 19h15, mas a transmissão do Combate começa às 18h15. O SporTV e Combate.com acompanham ao vivo as duas primeiras lutas, e o Combate.com cobre todo o evento em Tempo Real. 

UFC 237 
11 de maio de 2019, no Rio de Janeiro 
CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília): 
Peso-palha: Rose Namajunas x Jéssica Bate-Estaca 
Peso-médio: Jared Cannonier x Anderson Silva 
Peso-pena: José Aldo x Alexander Volkanovski 
Peso-meio-médio: Thiago Pitbull x Laureano Staropoli 
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Carlos Diego Ferreira 
Peso-meio-pesado: Rogério Minotouro x Ryan Spann 
CARD PRELIMINAR (18h15, horário de Brasília): 
Peso-leve: Thiago Moisés x Kurt Holobaugh 
Peso-galo: Irene Aldana x Bethe Correia 
Peso-leve: BJ Penn x Clay Guida 
Peso-mosca: Luana Dread x Priscila Pedrita 
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Sérgio Moraes 
Peso-galo: Raoni Barcelos x Carlos Huachin 
Peso-galo: Talita Bernardo x Melissa Gatto 

Fonte: Combate