Muralha defende Sidão: "Ainda carrego o que aconteceu"

13/05/2019 às 15h15 - FUTEBOL

Muito criticado na reta final de sua passagem pelo Flamengo, o goleiro Alex Muralha saiu em defesa de Sidão, o grande personagem da rodada do fim de semana. O arqueiro do Vascorecebeu o prêmio de Craque do Jogo, por eleição popular, mesmo tendo falhado várias vezes na derrota por 3 a 0 para o Santos.

O episódio provocou uma série de reações na internet, visto que o seu objetivo inicial — de premiar o melhor da partida — fora desvirtuado. Por essa razão, o Grupo Globo mudou as regras da votação. Além da participação dos torcedores, serão levadas em consideração as opiniões dos comentaristas da transmissão.

 

No post em uma rede social, Muralha questionou "até onde vai o limite da zoeira". E disse que, no momento mais delicado de sua trajetória, sofreu "um linchamento que quase colocou minha vida e minha carreira em risco".

No dia 1 de setembro de 2017, o jornal "Extra" publicou um comunicado, na sua primeira página, em que anunciava que deixaria de chamar o goleiro pelo seu apelido. E que, por isso, passaria a usar seu nome de batismo, Alex Roberto.

 

Leia a íntegra do desabafo de Muralha:

"Quero deixar registrada a minha solidariedade ao meu amigo e companheiro de profissão, Sidão. Pode-se acertar e errar como qualquer ser humano, mas não merece passar por essa falta de respeito, de humanidade e de bom senso em rede nacional. É uma agressão moral a um pai de família, um trabalhador honesto que estava batalhando pelo seu ganha pão.

Coloquemos-nos na situação dele, e até onde vai o limite da zoeira e das provocações descabidas?

 

Eu passei por isso, e apesar das feridas já estarem cicatrizadas, ainda carrego o que aconteceu em um passado recente, fui tratado por algumas pessoas como bandido, um linchamento que quase colocou minha vida e minha carreira em risco, a ponto de eu ter tido dificuldades de sair de casa.

As críticas e os elogios são aceitáveis no nosso meio. Somos pessoas públicas e representamos milhões de torcedores espalhados pelo país, lidamos diretamente com a paixão e o amor pelo clube do coração. Porém, humilhações que nos colocam em situações vexatórias e constrangedoras, não podem ocorrer e merecem ser repudiadas. Sidão, você é vitorioso na vida pelo simples fato de ter chegando aonde chegou. Continue com sua consciência sempre tranquila. Seja forte. A vida dá muitas voltas, e ela vai continuar provando que você está no caminho certo. Eu, em nome da minha família te digo que estamos juntos nessa!"

Fonte: Globo Online