Parte financeira pesou para Vasco optar pelo Nilton Santos

10/04/2019 às 08h03 - FUTEBOL

Vendo seus jogadores protestarem contra os atrasos salariais, Campello optou por negociar o aluguel do estádio pessoalmente com o Botafogo. Se fosse realizado no Maracanã, a expectativa é de que as despesas totais fossem maiores que os pouco mais de R$ 1,1 milhão que cada um dos dois encontros entre Flamengo e Vasco custaram aos cofres dos clubes. A própria concessionária que ainda administra o Maracanã informou que o preço do aluguel tenderia a ser maior do que os R$ 150 mil das vezes anteriores, caso o Vasco optasse por mandar a partida lá, dado o tamanho do jogo.

Conforme indicam os borderôs, Vasco e Flamengo tiveram que dividir o lucro de R$ 25.300,77 em uma partida e R$ 111.258,40 em outra

No caso do Nilton Santos, o valor do aluguel será um pouco abaixo de R$ 120 mil e o custo total gira em torno de R$ 500 mil. Por se tratar de um estádio menor, as despesas naturalmente são mais baixas e a receita gerada também não será tão alta quanto se fosse no Maracanã.

O Vasco já tinha se movimentado para diminuir os custos do antigo Maior do Mundo. Recentemente, o Cruz-Maltino trocou a empresa contratada para fazer a segurança por outra mais em conta. Porém, no caso da final deste domingo, é provável que o clube use o aparato do Botafogo.

Entenda a insatisfação do Vasco

Não incluído no projeto de gestão compartilhada do Maracanã entre Flamengo e Fluminense, o Vasco e se manifestou contrário ao acordo. Em entrevista coletiva, o presidente Alexandre Campello revelou não aceitar a parceria dos rivais antes mesmo da aprovação do Governo do Estado, alegando ser "patrimônio do povo".

Pelo acordo assinado entre Flamengo, Fluminense e o governo do estado do Rio, quando Botafogo e Vasco quiserem jogar no Maracanã terão que pagar um aluguel de R$ 90 mil. Segundo nota divulgada pela Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, esse valor representa uma diminuição de 25% em comparação com o mínimo cobrado pela concessionária atual. Na manhã da última terça-feira , Campello explicou um pouco mais sobre o motivo por não concordar com a cessão do Maracanã aos dois clubes.

- Acho indevido dar ao Flamengo e ao Fluminense a gestão do Maracanã. É um aparelho do povo, deveria ser colocado em prol do futebol e atendendo a todos os clubes do Rio. Achamos muito estranho como isso aconteceu e vamos contestar na Justiça. Sendo mantida essa decisão, o Vasco mandará todos os seus jogos em São Januário - avisou Campello, na chegada à CBF para a posse de Rogério Caboclo.

Foto: Reprodução Internetengenhão
engenhão

Fonte: GloboEsporte.com