Pedrinho descreve sensação de ser um dos maiores ídolos do Vasco

18/05/2020 às 10h05 - FUTEBOL

Quando chegou ao Gigante da Colina com apenas seis anos, Pedrinho não imaginava a belíssima história que iria conttruir. Ser eleito o 12º maior ídolo então, em eleição realizada pelos jornais O GLOBO/Extra, sequer passava pela cabeça do habilidoso meio-campista. Pedrinho e Vasco é um caso de amor: ele apostou no clube do coração, teve sucesso e hoje colhe o carinho do torcedor.

- A sensação é de orgulho, porque na história do Vasco passaram diversos jogadores com muito mais qualidade do que eu. Sei também que, se não fossem as lesões, eu poderia ter ido muito mais longe e até estar em uma posição melhor nesse ranking. Mas por ter chegado ao Vasco com 6 anos, feito todo o meu processo de formação como homem dentro de São Januário e conquistado os títulos mais importantes da história do clube, é um orgulho e uma honra. Até por toda história do Vasco, como clube, instituição. Estar nesta lista, próximo de grandes jogadores como Romário, Edmundo e Roberto, é um orgulho - declarou Pedrinho.

Pedrinho conquistou um Campeonato Carioca (1998), dois Campeonatos Brasileiros (1997 e 2000), uma Mercosul (2000), um torneio Rio-São Paulo (1999) e uma Taça Libertadores (1998). São tantos momentos marcantes que o ex-meia e atual comentarista esportivo tem dificuldade para escolher apemnas um. Porém, ficou com as quartas de final da Libertadores de 1998.

- Normalmente os momentos importantes são de forma coletiva, fechando com os títulos. Para mim, foram as quartas de final da Libertadores de 1998. Tive a oportunidade de fazer os gols do Vasco no empate em 1 a 1 contra o Grêmio, no antigo Olímpico; e no jogo da volta, aquele 1 a 0 em São Januário que nos deu a classificação para as semifinais contra o River Plate-ARG. Foi bem marcante esse momento - completou.

O GLOBO/Extra convocou 30 jornalistas, divididos em diferentes idades, áreas de atuação e gerações para eleger os 30 maiores ídolos da história do Vasco. O ranking foi definido através dos nomes que receberam as maiores pontuações. Toda segunda-feira será revelado o Top-30 de maiores ídolos dos clubes do Rio de Janeiro, seguindo a lista com a do Botafogo.

Fonte: Extra