Política: Fred Lopes fala sobre seus planos de gestão, caso vença a eleição

10/05/2020 às 08h44 - POLÍTICA

Apesar do futebol estar parado, a eleição do Vasco segue prevista para o final do ano e os candidatos continuam colocando seus projetos na mesa para tentar convencer os eleitores. Com Fred Lopes não é diferente e, em uma entrevista para o Papo na Colina, o presidenciável explicou algumas estratégias que vai adotar em sua gestão para aumentar os ganhos, caso vença o pleito.

O que mais chama atenção do seu planejamento de mercado é o plano de sócios. Se o orçamento atual prevê faturar cerca de R$ 44 milhões em 2020 (lembrando que ainda não tinha tanta noção da pandemia), Fred Lopes acredita que consegue subir esse valor para R$ 60 milhões por ano e planeja investir metade desta grana no futebol.

''A gente espera arrecadar R$ 180 milhões com plano de sócio-torcedor em três anos. Com R$ 60 milhões por ano, R$ 30 milhões serão usados para o futebol e outros R$ 30 milhões serão para pagar dívidas'', esclareceu.

Fora isso, Fred citou diversas ideias que pretende colocar em prática no Gigante da Colina para conseguir gerar mais dinheiro e o clube ficar mais forte financeiramente.

''Queremos aumentar o número de lojas oficiais, em três anos, para mais de 40 lojas. Isso somaria ainda mais na receita, através de royalties, aluguéis, além do aumento da venda de produtos licenciados. Pretendo lançar uma camisa 4 também. Nós vamos mandar para o conselho aprovar uma quarta camisa, com liberdade poética para que a gente tenha uma tiragem de 60 a 80 mil peças e isso também vire uma receita extra. No final de três anos, esperamos triplicar o volume de vendas de produtos licenciados e triplicar o valor de faturamento com produtos licenciados'', disse ele, que continuou a contar seus projetos.

''Vamos usar e abusar das leis de incentivo. Vamos trabalhar muito forte nessa questão. Espero que em três anos, sejamos um dos clubes que mais arrecadam com leis de incentivo. Também queremos seguir uma linha americana de combos, seja de serviços, experiências e que a gente também aumente a receita através de bilheteria. Desejamos fazer um time máster, para que o Vasco possa jogar amistosos em todos os cantos do Brasil, seja em Manaus, Espírito Santo, Brasília, Piauaí, Santa Catarina, João Pessoa, Bahia, vamos levar esse time para todos lugares do Brasil que tenham cruzmaltinos. Essa equipe máster será formada por ídolos para que a torcida se aproxime dos seus ídolos'', comentou Fred, que fez um cálculo de quanto deseja arrecadar com todas essas ideias implementadas.

''Somente com esses produtos - Sócio-Torcedor, leis de incentivo e vendas de produtos licenciados - acredito que conseguimos faturar algo em torno de R$ 250 a R$ 260 milhões em três anos. O que é espetacular, né? Em três anos, vamos bater o faturamento do Vasco somente com essas linhas de trabalho'', encerrou.

Fonte: Papo na Colina