Romário e Euller vencem enquete realizada pelo GE

13/06/2020 às 20h45 - CLUBE

Prêmio Púskas, Melhor do Mundo, destaques do campeonato... Na maior parte das vezes, são os artilheiros que chamam a atenção e acabam deixando seus nomes marcados na história. Relembramos duplas de ataque memoráveis dos últimos 20 anos no futebol brasileiro e deixamos com a torcida, a missão de eleger as melhores.

Uma votação que teve 64.582 votos, encerrada com Romário e Euller (que tiveram 24.461 votos) no topo, seguidos por parcerias que formaram um Top 5 com Flamengo, Sport, Fluminense e Corinthians.

Euller e Romário dividiram os gramados pelo Vasco nos anos 2000, quando foram campeões do Brasileiro e Copa Mercosul, com direito a uma virada histórica contra o Palmeiras. A partida, inclusive, chegou a ser eleita como a maior da história entre os clubes do Brasil. Ali, com três de Romário, a dupla comandou uma vitória por 4 a 3. Juntos, na temporada, marcaram 71 gols.

Logo atrás, Gabigol e Bruno Henrique aparecem com o Flamengo. Apesar de terem começado juntos no Santos, foi no ataque rubro-negro do técnico Jorge Jesus, em 2019, que a dupla fez história. Foram três títulos conquistados. Além dos troféus, o Fla levou as artilharias da Libertadores e Brasileiro (Gabigol), e do Carioca (Bruno Henrique).

Em terceiro, mais um rubro-negro. Dessa vez, diretamente de Pernambuco. É o caso do Sport, com Diego Souza e André. A dupla comandou o ataque do Leão em 2015, quando a equipe teve a melhor campanha da história do clube no Brasileiro dos pontos corridos, e 2017. André foi vice-artilheiro em ambas as edições da Série A.

Relembrando o início da década, os nomes de Wellington Nem e Fred, pelo Fluminense, foram os escolhidos. Eles dividiram os gramados pelo clube carioca de 2011 a 2013, mas tiveram a melhor fase na temporada de 2012, ao conquistar o Brasileiro e o Carioca. Ali, balançaram as redes 39 vezes.

Por fim, forçando a memória mais alguns anos atrás, a quinta posição ficou com a dupla do Corinthians de 2005 e 2006: Tévez e Nilmar. O argentino conquistou a Série A de 2005 como craque da competição, formando uma parceria implacável com o brasileiro. Foram 77 gols juntos naquele ano.

 

Fonte: Globoesporte.com