Sob o olhar de Luxemburgo, Vasco se despede de Valadares

12/05/2019 às 08h47 - FUTEBOL

O Vasco escreve o último capítulo da sua história com o interino Marcos Valadares na partida de hoje (12), contra o Santos, no Pacaembu (SP), pelo Campeonato Brasileiro. O duelo antecede o início da era Vanderlei Luxemburgo, que inicia seus trabalhos no clube amanhã (13).

Sob o comando do técnico do sub-20, Valadares acumulou uma vitória, um empate e duas derrotas até aqui. O treinador chegou até a levantar a possibilidade de efetivação, mas a lanterna no Brasileirão, com direito a uma goleada por 4 a 1 para o Athlético-PR, fez com que a diretoria fosse à caça de um técnico mais "cascudo".

Luxemburgo foi apresentado oficialmente na última quarta-feira (8) em um hotel na Barra da Tijuca (RJ), mas não começou a trabalhar imediatamente. Isso porque ele já tinha assumido anteriormente o compromisso de lançar ontem (10) a cachaça personalizada da destilaria que é dono.

O experiente treinador, no entanto, fez questão de comparecer à concentração do Vasco em São Paulo e estará na tribuna do Pacaembu acompanhando a partida "in loco".

Valadares, por sua vez, agradeceu à diretoria pela oportunidade de comandar o time profissional.

"Foi uma grande experiência viver esse ambiente como comandante principal da equipe. Um momento importante da minha carreira profissional. Só tenho que agradecer ao presidente Alexandre Campello e todo o departamento de futebol pelo voto de confiança. Gostei muito do dia a dia de trabalho e tenho que ressaltar o comprometimento de todos com o Vasco. Tivemos pouco tempo para trabalhar a equipe, mas conseguimos progredir em algumas coisas. O Vasco hoje está em uma colocação ruim, mas é a quarta equipe que mais finaliza no Brasileiro. Isso é um saldo positivo que deixamos. Acredito que futuramente, com mais tempo e em um momento mais tranquilo, posso construir algo ainda melhor no time principal", disse ao site oficial do clube.

FICHA TÉCNICA

SANTOS x VASCO

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)

Hora: 16h (horário de Brasília)

Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)

Auxiliares: Bruno Boschillia (PR) e Rafael Trombeta (PR)

Santos

Vanderlei; Lucas Veríssimo, Felipe Aguilar e Gustavo Henrique; Victor Ferraz, Diego Pituca (Alison ou Jean Lucas), Jean Mota (Cueva) e Jorge; Rodrygo (Carlos Sánchez), Eduardo Sasha e Soteldo (Derlis González)

Técnico: Jorge Sampaoli

Vasco

Sidão; Cláudio Winck, Ricardo Graça, Werley e Danilo Barcelos; Raul, Lucas Mineiro, Yan Sasse (Valdívia) e Yago Pikachu; Rossi e Maxi López.

Técnico: Marcos Valadares (interino)

Fonte: UOL Esportes