Torcida

União Cruzmaltina fará enredo sobre o estádio de São Januário

A escola de samba União Cruzmaltina anunciou, nesta sexta-feira (8), o cancelamento do enredo sobre o ex-governador Sérgio Cabral, do Rio de Janeiro. A agremiação, que desfila no carnaval da capital fluminense, resolveu substituir a homenagem ao político por uma apresentação sobre o estádio de São Januário, casa do Vasco da Gama. A agremiação foi fundada, justamente, por torcedores do clube.

Segundo a direção da escola, a troca acontece por causa da interdição de São Januário. O Vasco não atua em seu estádio desde o fim de junho, quando, após uma derrota para o Goiás, torcedores protagonizaram uma confusão generalizada nos arredores do local. A diretoria do clube apresentou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para voltar a jogar na Colina.

“Em função dos últimos acontecimentos que vêm atingindo profundamente o Club de Regatas Vasco da Gama e toda a nossa torcida, substituiremos o emblemático enredo onde contaríamos a trajetória de vida do sempre governador Sérgio Cabral Filho pela história da construção do estádio de São Januário”, lê-se na nota emitida pela direção da União Cruzmaltina.

O enredo sobre Sérgio Cabral foi anunciado em julho. A despeito disso, a troca é defendida, também, pelo político, solto em fevereiro, após seis anos preso. Nesta sexta-feira, nas redes sociais, ele disse ter ficado “muito comovido” com a intenção da União Cruzmaltina, mas pregou a favor da ideia de levar São Januário para a avenida.

“Os últimos acontecimentos exigem que a nação vascaína se una não em torno da biografia de uma pessoa, de um ídolo, de um político ou de um vascaíno ilustre. O momento exige que todos nós, vascaínos, façamos homenagens à história do Vasco”, falou. “Agradeço a escolha, mas abro mão para que o Vasco da Gama seja louvado em sua história”, continuou, citando o uso de São Januário para comícios políticos no início do século passado.

Cabral foi preso em meio a investigações da Operação Lava-Jato, em 2016. Ele era suspeito de liderar uma organização apontada responsável por fraudar licitações.

O plano da União Cruzmaltina, que desfila na terceira divisão do carnaval do Rio de Janeiro, era montar um desfile com referências a tópicos ligados à carreira política de Cabral, como as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Ele foi eleito governador fluminense em 2006 e 2010, pelo MDB.

Mais um enredo sobre o Vasco

A União Cruzmaltina tem honrado a proposta de fazer temas-enredo ligados ao Vasco. Neste ano, por exemplo, o homenageado foi Eduardo Santana, o Pai Santana, histórico massagista. A apresentação rendeu, à agremiação, a oitava colocação na Série C do Rio. Nessa divisão, as escolas não desfilam na Marquês de Sapucaí, mas sim na Avenida Ernani Cardoso, no bairro de Cascadura.

Em 2022, a União Cruzmaltina fez outra ode ao Vasco. Dois anos antes, na estreia da escola, o enredo foi sobre os “Camisas Negras”, equipe vascaína que marcou época na luta contra o racismo nos anos 1920.

Fonte: Itatiaia
  • Domingo, 02/06/2024 às 16h00
    Vasco Vasco 1
    Flamengo Flamengo 6
    Campeonato Brasileiro - Série A Maracanã
  • Quinta-feira, 13/06/2024 às 21h30
    Vasco Vasco
    Palmeiras Palmeiras
    Campeonato Brasileiro - Série A Arena Barueri
  • Domingo, 16/06/2024 às 18h30
    Vasco Vasco
    Cruzeiro Cruzeiro
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • A definir
    Vasco Vasco
    São Paulo São Paulo
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir