Torcida

Vascaíno fanático coloca sobrenome do filho de Payet

O segurança Joelson Fernandes de Souza, 36 anos e pai de quatro filhos, ficou animado quando descobriu que a esposa estava grávida novamente: "Esse eu vou aprontar". Ele é vascaíno fanático e queria dar um jeito de homenagear o clube do coração no nome do menino que estava por vir.

A mãe, a flamenguista Thainá Brito, não gostou da ideia, mas nada pôde fazer quando o filho nasceu na quinta-feira passada, em um hospital de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. A contragosto dela, ele foi até o cartório do hospital e registrou a criança como Kelvin Payet Brito Fernandes em homenagem ao francês camisa 10 do Vasco.

Por muito pouco, ele não conseguiu enfiar Vasco no nome.

- Assim que a gente descobriu a gravidez, eu falei: "Vai ter que vir com o nome do Vasco, não tem essa. Falei bem antes: vai ser Kelvin Payet Brito Fernandes. Ela: "Você nem é doido, eu separo de você". Irmão, ia ser só mais uma pensão mesmo (risos) - contou Joelson ao ge.

- Falei: "Se a certidão vier na minha mão, vai ser Kelvin Payet Vasco. Ela duvidou. Meu filho nasceu, e o papel caiu na mão de quem? Queria ter colocado Vasco, só que, quando fui registrar, o cara do cartório não deixou. "Ou você bota Payet ou bota Vasco". Tirar Payet ou Vasco era complicado, então decidi deixar o Payet porque ele é brabo, ele veio quando ninguém quis vir - completou o vascaíno fanático.

A imagem da certidão de nascimento com o nome de Kelvin Payet foi publicada pela página "News Almirante" nas redes sociais e imediatamente viralizou. Joelson, cujos outros quatro filhos são vascaínos "que não podem nem ouvir falar de Flamengo", conta que a esposa até já se acalmou diante da repercussão. Eles estão juntos há nove anos.

O nome Kelvin foi escolhido por ela.

- Quando ela falou, eu concordei: "Isso mesmo, Kelvin já jogou no Vasco, é tudo Vasco - brincou o pai, referindo-se ao atacante que defendeu o clube entre 2017 e 2018.

"Mas eu nem vou chamar de Kelvin, vai ser só Payetzinho (risos)", concluiu.

Joelson, pai do pequeno Kelvin Payet, faz parte de um grupo de torcedores do Vasco em Cabo Frio — Foto: Arquivo Pessoal

O Vasco enfrenta o Marcílio Días na próxima terça-feira, em jogo único da primeira fase da Copa do Brasil. Com a presença de Joelson na arquibancada de São Januário ("estarei lá!"), a equipe volta a campo pelo Campeonato Carioca no domingo, contra a Portuguesa, pela última e decisiva rodada da Taça Guanabara.

Fonte: ge

Cruz de Malta Blogs