Vasco terá mudanças no futebol e busca por executivo

09/05/2019 às 08h02 - CLUBE

A chegada de Vanderlei Luxemburgo ao Vasco vem acompanhada de algumas mudanças no departamento de futebol. Além do treinador levar seu auxiliar Maurício Copertino e seu preparador físico Antônio Mello, o clube também confirmou a busca por um diretor-executivo, diz que não terá um vice-presidente do setor e deverá realocar o coordenador-técnico Paulo César Gusmão - que tem sido criticado pela torcida - para as divisões de base, onde trabalhará num processo de transição dos jovens ao profissional.

"Eu sempre fui rotulado como o cara que queria ser o 'mandão' do futebol, mas eu só queria que houvesse um crescimento com profissionais. Uma comissão técnica multidisciplinar nos clubes, e hoje se tem isso. Hoje você só precisa levar seu auxiliar e seu preparador físico porque toda a estrutura do clube já está montada, com diretorexecutivo, analista de desempenho, fisiologista... No meu conceito, continuo sendo um head coach. Quando se fala isso, não é que você vai mandar em tudo. Você só quer ser informado das coisas. O Telê Santana era um head coach, por exemplo", destacou.

O cargo de diretor-executivo segue vago desde o último domingo, quando Alexandre Faria foi demitido após o empate em 1 a 1 com o Corinthians. Rodrigo Caetano, do Internacional, é o "sonho", mas sua volta ao Vasco é considerada pouco provável dado o bom momento que atravessa no clube gaúcho, onde tem contrato até o fim deste ano. Antônio Lopes e Ricardo Rocha possuem forte lobby em São Januário mas, segundo os próprios, ainda não foram procurados oficialmente.

Campello extingue vice-presidência de futebol

Durante a entrevista coletiva de Vanderlei Luxemburgo, o presidente do Vasco, Alexandre Campello, foi claro ao dizer que não indicará ninguém para o cargo de vice-presidente de futebol, que está vago desde o ano passado

"Todos falam de profissionalismo no futebol, mas o que é um vice de futebol? É um amador. No Vasco, em seu organograma do futebol, essa figura deixa de existir. Alguns, maliciosamente, dizem que eu acumulo a vice-presidência de futebol, o que não é verdade. O Palmeiras, inclusive, é um exemplo. Quem é o vice de futebol do Palmeiras? Simplesmente não tem".

Apesar de ter sido apresentado, Vanderlei Luxemburgo não estará à beira do campo na partida deste domingo (12), contra o Santos, no Pacaembu (SP). O time continuará sendo comandado pelo interino Marcos Valadares e o treinador iniciará seus trabalhos na segunda-feira (13).

Luxa, porém, estará presente no estádio acompanhando o duelo com os paulistas das tribunas.
 

Fonte: UOL