Vinícius Araújo comenta passagem pelo Vasco e mira recomeço

09/01/2020 às 10h21 - FUTEBOL

A palavra de ordem para Vinícius Araújo em 2020 é recomeço. Após uma temporada marcada por uma lesão no joelho e poucas oportunidades no Vasco, o atacante de 26 anos se apega à sequência final no Avaí para projetar um futuro diferente.

Livre no mercado, Vinícius, em contato com a reportagem do GloboEsporte.com, destacou que o momento é de analisar as melhores propostas junto ao empresário para dar o primeiro passo no ano.

- Estou livre agora no mercado. Meu empréstimo com o Avaí tinha encerrado, meu contrato com o Vasco também, no dia 31 de dezembro. Temos algumas situações, estou aguardando meu empresário, vou ter uma reunião para conversar com ele, ver qual melhor opção e decidir meu futuro. As expectativas são as melhores possíveis, passei muito tempo machucado em 2019, mas agora estou 100%. Que esse ano eu possa dar o melhor no clube que for, voltar a fazer gols e ter muitas alegrias - disse o jogador.

No Vasco desde 2018, o atacante não conseguiu a regularidade esperada. Sem espaço em 2019 após cirurgia no joelho, encontrou tempo de jogo no Avaí na parte final da temporada.

- Em 2019 passei por uma cirurgia em janeiro, tive que fazer uma correção no joelho esquerdo. Me dediquei muito ao tratamento. Apesar de não ser grave, pois não foi no ligamento, procurei me dedicar ao máximo na recuperação. Estava recuperado no segundo semestre, mas o Vasco já tinha o time formado. Dei meu melhor, tive a oportunidade de ir para o Avaí. Terminar o ano jogando é sempre importante para mostrar que estava bem, recuperado. Terminei jogando 15 partidas. Foi um ano de amadurecimento, crescimento, tive que superar essa lesão no joelho. Terminei recuperado, espero que esse ano possa ser de alegrias e vitórias.

Se os problemas físicos foram obstáculos no ano passado, a cabeça de Vinícius Araújo trabalha para um 2020 sem percalços. Ainda sem futuro definido, o jogador faz uma pré-temporada à parte, com foco no condicionamento.

- Fisicamente estou bem. Venho fazendo trabalhos físicas na minha cidade, procurando cuidar da alimentação. A gente sabe que pré-temporada é muito importante, mas com os treinamentos o corpo chega num 100%, precisa de ritmo para estar em boas condições. Venho trabalhando em dois períodos para estar o mais próximo possível do meu condicionamento. Quando decidir meu futuro, espero estar à disposição o quanto antes - afirmou.

Fonte: ge