Vitória para afastar a crise

30/07/2006 às 08h35 - FUTEBOL

O Vasco enfrenta o Cruzeiro, hoje, às 16 horas, em São Januário, precisando de uma vitória para levantar a poeira, acumulada com o insucesso na Copa do Brasil, e continuar subindo posições no Brasileiro. O jogo, que poderá fazer o clube ganhar mais duas colocações no campeonato e chegar ao sexto lugar, passando Figueirense e Santos, será marcado pelas mudanças, já que Renato Gaúcho puniu alguns jogadores e mexeu na equipe, após a perda do título.

\"Eu não podia mexer antes da final porque atrapalharia o ambiente no grupo para a decisão\", disse o técnico, que continua com moral no comando da equipe, apesar do presidente Eurico Miranda tê-lo desmentido, em relação à uma reformulação no elenco que ele pretendia fazer.

Em contra-partida, o técnico afirmou que, em campo, quem manda é ele e as mudanças já poderão ser vistas no time a partir de hoje. Porém, a primeira alteração foi forçada. Fábio Braz, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo no jogo com o Atlético-PR, não joga e Éder o substituirá.

A outra mudança é no ataque. Apesar de contar com nove jogadores para a posição, Renato tem na prática poucas opções. Isto porque Valdiram não entra por indisciplina; Valdir Papel provavelmente não joga mais sob seu comando e Ricardinho, Bruno Meneghel e Fábio Jr nunca o agradaram. Além disso, o recém-contratado Jean ainda não está inscrito no campeonato. E Ernane não tem as características ideais para o esquema tático de Renato. Assim, Faioli ficou com a vaga e fará a dupla de ataque com Edilson, titular absoluto. De resto, o time deve ser o mesmo.

O sonho continua -O Campeonato Brasileiro resiste como opção para o clube conquistar alguma coisa nesta temporada. Este ano, em comparação com os últimos, o Vasco ocupa uma boa posição na tabela - o oitavo lugar, com 19 pontos, em 13 rodadas disputadas-e com boas chances de lutar por uma das quatro vagas na Libertadores.


Vasco x Cruzeiro

Vasco: Cássio, Claudemir, Jorge Luiz, Éder e Diego; Ygor, Andrade, Ramon e Morais; Edílson e Faioli
Técnico: Renato Gaúcho

Cruzeiro: Fábio, Jonathan, Luizão, Thiago Heleno e Júlio César; Jonilson, Leandro Bonfim, Martinez e Francismar; Gil e Alecsandro
Técnico: PC Gusmão

Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)
Auxiliares: Roberto Braatz (PR) e Gilson Pereira (PR)
Local e horário: Estádio de São Januário, 16 horas

Fonte: Jornal dos Sports