Votação na reunião do Conselho promete ser apertada

08/06/2018 às 08h08 - POLÍTICA

O Conselho Deliberativo do Vasco se reúne nesta sexta-feira, em dois horários diferentes, num misto de paz e dúvidas, mas sem aquele clima tão quente dos últimos encontros. Fato é que os conselheiros irão discutir duas pautas na Sede Náutica da Lagoa:

1. Às 19h15, “a recomendação do Conselho de Beneméritos para que o Conselho Deliberativo faça análise de usurpação e invasão de competência (...) por parte do Presidente da Diretoria Administrativa”, que, na Justiça, fez acordo para retirar o título de Beneméritos de 28 conselheiros já aprovados pelo órgão no ano passado;

2. Às 20h15, para discutir a aprovação de nomes para o Conselho de Beneméritos.

A primeira reunião tem sido motivo de burburinho nos bastidores já bastante agitado do Vasco. Entendeu-se, em parte do Conselho Deliberativo, que o encontro poderia servir para tentar afastar Alexandre Campello do cargo, caso aprovassem a análise de usurpação e invasão de competência.

Em nota, o presidente do Conselho de Beneméritos e agora opositor Eurico Miranda disse que a intenção não é essa:

- Não há hipótese de punição a qualquer integrante de Poder, não só porque não há essa discussão na pauta, como a busca será pelo entendimento - escreceu Eurico.

Ao mesmo tempo, o presidente Alexandre Campello se reuniu com Eurico na última segunda-feira em São Januário, como é costume no dia a dia. O encontro, porém, foi visto por parte da oposição como uma tentativa de acordo para que o ex-presidente vote contra a abertura da análise no Conselho.

Também em nota, Julio Brant, Fernando Horta, José Luis Moreira (o Zé do Taxi) e Manoel Moutinho pediram explicações a Campello:

- Pelo bem do Vasco, em favor da transparência e da defesa da moral vascaína, nos juntamos para cobrar de Alexandre Campello que se manifeste publicamente contrário a qualquer acordo com Eurico Miranda, que possa manchar mais uma vez a história do nosso clube - escreveram.

O presidente, então, deu as explicações antes da apresentação do técnico Jorginho, nesta quinta-feira.

- É importante esse diálogo. Queria afirmar que de forma alguma existe qualquer tipo de acordo em relação à reunião do Conselho. Continuo com a minha postura contrária à indicação dos nomes indicados (ao Conselho de Beneméritos) - disse Campello.

A expectativa é que o Conselho, mais uma vez, esteja bem dividido nesta sexta. Todos os lados acreditam que o resultado da primeira votação será apertado. Os grupos de Roberto Monteiro e Eurico Miranda devem, em sua maioria, votar a favor da abertura da análise, enquanto os aliados de Julio Brant "não vão apoiar o que verem como golpe político", dizem - devem votar contra.

Fonte: GloboEsporte.com

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario